28/11/2015
Triunfo sofrido em Ovar
SL Benfica continua invicto no campeonato

No regresso à competição interna, o SL Benfica prolongou em Ovar a sua série de vitórias, bem como a sua invencibilidade, ao bater a Ovarense Dolce Vita por 83-72. Os encarnados dominaram na parte inicial do encontro, mas depois tiveram que lidar com a boa reação dos vareiros, tendo sido mesmo obrigados a ter que correr atrás do prejuízo. Só no derradeiro período, os campeões em título confirmaram o seu favoritismo e garantiram o triunfo.

 

Apesar de ter somado os dois primeiros pontos do encontro, o facto de a Ovarense ter estado praticamente sete minutos sem fazer qualquer cesto colocou a equipa numa situação desfavorável no final do 1º quarto. Se a isto juntarmos os quatro triplos consecutivos registados pelo Benfica nos últimos 3 minutos do período, não surpreende que os encarnados vencessem por onze pontos (18-7) de diferença.

 

Reagiram bem os vareiros, parcial de 6-0 a abrir o 2º quarto, tirando partido dos sucessivos turnovers cometidos pelos benfiquistas. Ainda assim, os campeões nacionais conseguiam segurar a liderança, e a 2.30 minutos do final da 1ª parte venciam por seis pontos (34-28). Um triplo de Fernando Neves foi o culminar de um bom período da equipa da casa, que até ao intervalo foi capaz de dar a volta ao marcador (35-34).

 

O recomeço da etapa complementar foi marcado por um maior equilíbrio, sem que nenhuma as equipas tenha conseguido vantagens expressivas. A equipa da casa chegou a liderar por 53-48, um triplo de Mário Fernandes voltou a reduzir distâncias, e nova bomba de João Soares fixaria o resultado final do 3º período em 59-57 favorável ao Benfica.

 

Não demorou muito para que se assistisse a nova alternância no comando do jogo, com a Ovarense a aproveitar bem os erros ofensivos do Benfica (62-59). A eficácia ofensiva das duas equipas decaiu, muitos lançamentos falhados, mas doze pontos consecutivos, dois triplos de Tomás Barroso e de João Soares, el a quatro minutos do termo do encontro (73-64). A Ovarenscolocavam de novo o Benfica na frente por uma diferença mais confortáve voltou finalmente a acertar da linha dos 6.75 metros, triplos de Jaime Silva e Novak e passados dois minutos já só perdia por cinco (70-75). Nada que destabilizasse o campeão nacional que geriu sem sobressaltos até final a curta mais importante vantagem de que dispunha.

 

Os encarnados dominaram a luta das tabelas (37-26), e estiveram muito ativos no ressalto ofensivo (14). João Soares, autor de 21 pontos, 4 ressaltos, 2 assistências e 2 roubos de bola, foi o melhor marcador, seguido de perto por Daequan Cook (17 pontos, 3 ressaltos, 3 assistências e 3 roubos de bola), e destaque ainda para o duplo-duplo (12 pontos e 14 ressaltos) registado por Ivica Radic.

 

A Ovarense esteve bastante bem da linha de três pontos (9/21 – 42.9%), e melhor ainda da linha de lance-livre (20/22 – 90.9%). Jaime Silva (21 pontos) foi o mais concretizador e com elevada eficácia, na equipa de Ovar, que contou ainda com Nick Novak (16 pontos, 3 assistências e 2 ressaltos) e Raven Barber (10 pontos e 7 ressaltos) a bom nível.



Autor: Carlos Seixas
Fonte:


Imagens




Anexos


Último(s) comentário(s)




Conteúdos relacionados
Relações


Veja também:


PATROCINADORES E PARCEIROS
Parceiros Institucionais
Parcerias