25/03/2016
Triunfo tranquilo na Luz
Benfica supera Oliveirense na LPB

Depois da conquista da Taça de Portugal, o SL Benfica regressou aos jogos a contar para a 2ª fase da LPB frente à Oliveirense, num jogo disputado no Pavilhão Fidelidade. Uma 1ª parte de enorme acerto ofensivo por parte dos benfiquistas, empurrou os campeões nacionais para triunfo tranquilo (95-70), que assim se mantêm na liderança do Grupo A da LPB.

 

Os primeiros 20 minutos da equipa comandada por Carlos Lisboa ficou marcada por uma enorme eficácia no capítulo do lançamento, a que não serão alheias as 18 assistências registadas. E se a percentagem de 2 pontos era extremamente positiva (11/14 – 79%), o que dizer nos tiros de longa distância (10/16 – 63%), sendo que somaram mais de metade dos pontos marcados nos primeiros 20 minutos do encontro.

 

Se no 1º período a equipa de Oliveira de Azeméis acompanhou quase acompanhou a produtividade ofensiva do adversário (21-29), no 2º quarto os visitantes sentiram mais problemas em colocar a bola dentro do cesto. Muito por culpa da falta de pontaria no momento de atirar ao cesto, sobretudo nos lançamentos de zonas mais próximas do cesto (9/26 – 35%), o que explica o facto de os encarnados terem somado o dobro dos pontos (20) no pintado.

 

No recomeço da etapa complementar, a equipa visitante recuperou a sua ofensividade, melhorou o seu desempenho defensivo, valendo-lhe mesmo ter ganho o 3º período (20-15). Os encarnados não estiveram tão certeiros da linha de três pontos, bem como, mérito do adversário, cometeram mais erros no ataque (73-54).

 

Os últimos 10 minutos voltaram a ser dominados pela equipa liderada por Carlos Lisboa, que controlou até final a marcha do marcador sem grandes problemas, nunca permitindo que o adversário se aproximasse no resultado (95-70).

 

As percentagens de lançamento do Benfica decaíram ligeiramente durante a 2ª parte (58% vs 41%), mas o domínio na luta das tabelas intensificou-se (42-28). O extremo João Santos (22 pontos e 5 ressaltos), 15 pontos na 1ª parte, foi  melhor marcador dos benfiquistas, seguido depois por Jeremiah Wilson (18 pontos e 12 ressaltos) e Ivica Radic (14 pontos e 12 ressaltos).

 

Na equipa da Oliveirense, que esteve muito bem no controlo da posse de bola (6 turnovers), James Ellisor anotou 15 pontos, tantos quantos Rui Coelho, seguidos de perto por Elvis Évora, autor de 13 pontos e 7 ressaltos.



Autor: Carlos Seixas
Fonte:


Imagens




Anexos


Último(s) comentário(s)




Conteúdos relacionados
Relações


Veja também:


PATROCINADORES E PARCEIROS
Parceiros Institucionais
Parcerias