15/05/2016
Excelente resposta da Oliveirense
Benfica regressa a casa com a série empatada

A Oliveirense voltou a reagir bem quando em desvantagem no playoff frente ao SL Benfica, empatou a série a 2, e força a que a eliminatória seja decidida num jogo 5. O triunfo da formação de Oliveira de Azeméis, por 76-74 foi conseguido a seis segundos do final com um cesto de Sergi Coll, e foi o culminar de uma boa recuperação da equipa de Oliveira de Azeméis no último quarto. A negra será disputada na próxima quarta-feira, às 21 horas, no Pavilhão Fidelidade, onde se ficará a conhecer qual destas duas equipas irá defrontar o FC Porto na final da edição deste ano da Liga Portuguesa de Basquetebol.

 

Os encarnados entraram melhor no jogo (12-5), a 3.15 do final do 1º período continuavam na frente (19-13), mas perderam o comando até final do quarto (20-19) como resultado dos 3.15 minutos em que estiveram sem marcar pontos. Cook abre o 2º período com um triplo (22-19), com resposta imediata da Oliveirense (28-22), que a meio do quarto vencia por oito pontos (35-27). O intervalo chegou, e a equipa da casa continuava firme na frente (44-40).

 

A liderança da Oliveirense durou pouco mais de três minutos (46-47), e um triplo de Mário Fernandes fazia com que o Benfica se afastasse mais no comando (54-48). O base encarnado, e especialmente Daequan Cook, brilhavam no ataque, com o Benfica a chegar ao final do 3º período na frente (58-52).

 

A Oliveirense entrou no derradeiro quarto a perder por nove pontos (54-63), mas nada que retirasse consistência e discernimento ao conjunto da casa. A meio do quarto, a diferença já só era de três pontos (60-63), e na parte final do encontro João Abreu assume a responsabilidade do ataque da Oliveirense. Com oito pontos consecutivos, dois triplos, o base da Oliveirense empata o jogo a 70 pontos com pouco mais de um minuto para jogar. Sergi Coll volta a colocar a Oliveirense na liderança a 44 segundos do fim, com a linha de lance-livre a passar a ter importância acrescida. Nenhuma das equipas tremeu, oito lances-livres no total, e seria Coll, quando faltavam 6 segundos, a converter o cesto da vitória.

 

João Abreu (22 pontos, 6 assistências e 4 ressaltos) liderou a equipa à vitória, não só pelos pontos que marcou, mas nos momentos em que os somou e o impacto que tiveram na decisão do jogo. Elvis Évora (18 pontos, 9 ressaltos e 4 assistências), principalmente na 1ª parte, foi determinante na luta nas áreas próximas do cesto, e James Ellisor (10 pontos, 4 ressaltos e 4 assistências) registou um jogo bastante completo.

 

Os 29 pontos de Daequan Cook fizeram dele o melhor marcador do encontro, ele que falhou o triplo que daria a vitória ao Benfica. O base Mário Fernandes (15 pontos e 3 assistências) deu sinais de estar a subir de rendimento, e João Soares (12 pontos e 8 ressaltos) tudo fez para substituir da melhor forma o lesionado Carlos Andrade.



Autor: Carlos Seixas
Fonte:


Imagens




Anexos


Último(s) comentário(s)




Conteúdos relacionados
Relações


Veja também:


PATROCINADORES E PARCEIROS
Parceiros Institucionais
Parcerias