18/03/2017
"Águias" levam a melhor na receção à UD Oliveirense (72-67)
Ovarense garante playoff apesar da derrota e Maia Basket ultrapassa Lusitânia

Num dos grandes jogos do fim de semana, o SL Benfica bateu a UD Oliveirense em casa por 72-67, isolando-se assim na segunda posição do Grupo A da Liga Placard, depois de muito equilíbrio, já previsível.

 

Por seu turno, no Grupo B, o CAB Madeira colocou-se a uma vitória de garantir uma vaga no playoff depois de levar a melhor no reduto da Ovarense Dolce Vita, concorrente direto, por 85-67, ao passo que o Maia Basket/Escape Forte alcançou o Lusitânia em termos pontuais graças a um triunfo sobre o emblema açoriano (88-77), embora os maiatos tenham mais um jogo.

 

De referir que devido ao desaire do Lusitânia, a Ovarense já garantiu presença no playoff.

 

 

Tal como em Guimarães, no último fim de semana, o SL Benfica voltou a estar durante grande parte do desafio em desvantagem, mas ainda foi a tempo de carimbar uma importante vitória face a uma UD Oliveirense que voltou a mostrar que é um caso muito sério.

Os comandados de José Ricardo entraram a todo o gás, aplicando logo um parcial de 8-0, chegando ao final do primeiro período com uma vantagem de nove pontos (18-27), para depois se verificar um avanço mais curto aquando do intervalo (34-41).

No regresso dos balneários, as “águias” reverteram a situação, passando para a frente à entrada dos derradeiros dez minutos (53-52) num desafio marcado pela estreia de Cláudio Fonseca após o seu regresso à Luz.

A questão ficaria mais perto de se decidir com um parcial de 10-0 favorável à formação orientada por Carlos Lisboa, apesar da Oliveirense ainda se ter aproximado (70-67 a 21 segundos do soar da buzina), terminando o encontro com um triunfo benfiquista por 72-67.

Nas "águias", destaque para Damian Hollis (16 pontos e 10 ressaltos), Raven Barber (12 pontos e 7 ressaltos), Carlos Morais (12 pontos e 6 assistências) e Nuno Oliveira (6 assistências), ao passo que na turma de Oliveira de Azeméis sobressaíram Arnette Hallman (17 pontos), James Ellisor (11 pontos e 3 assistências) e Justin Reynolds (8 pontos e 6 assistências).

 

Ovarense Dolce Vita 67-85 Ovarense Dolce Vita

Num desafio em atraso da última semana e que se esperava equilibrado entre os dois primeiros classificados do Grupo da Liga Placard, o CAB Madeira revelou-se superior no reduto da Ovarense Dolce Vita, ficando assim a um triunfo do playoff, ao passo que os vareiros, apesar do desaire, já garantiram presença nessa fase, mercê da derrota do Lusitânia.

Quanto ao jogo, a formação insular colocou-se em excelente posição na primeira parte, chegando ao intervalo com uma vantagem de 18 pontos (33-51), que foi gerida até final, fixando-se o resultado em 67-85.

Em termos estatísticos, os destaques na turma insular foram Alex Marzette (22 pontos e 9 ressaltos), Fábio Lima (20 pontos, 8 ressaltos e 4 assistências), Frederick Gentry (15 pontos), Deividas Kumelis (9 pontos e 4 assistências), Stefan Djukic (8 pontos e 8 ressaltos) e Diogo Gameiro (8 pontos e 6 assistências), sendo que nos donos da casa assumiram o papel principal Nick Novak (16 pontos e 5 assistências), Kyle Anderson (13 pontos), Fernando Neves (12 pontos) e João Fernandes (10 pontos).

 

Maia Basket/Escape Forte 88-77 Lusitânia

Foi um jogo marcado por várias alternâncias no marcador aquele que Maia Basket/Escape Forte e Lusitânia protagonizaram, sendo que após um 26-20 no primeiro período, o emblema açoriano deu a volta à questão, passando a liderar com uma vantagem de oito pontos (40-48).

No terceiro quarto a toada manteve-se, com o Lusitânia a ter o mesmo avanço, mas nos últimos dez minutos o Maia Basket imprimiu uma grande recuperação, alicerçada num parcial de 18-0, que encaminhou os donos da casa para um triunfo por 88-77.

Do lado maiato estiveram em melhor plano Pedro Catarino (39 pontos, 5 ressaltos e 3 assistências), Diogo Oliveira (17 pontos), Pedro Lopes (11 pontos, 6 ressaltos e 4 roubos de bola), Troy Brewer (11 pontos) e David Gomes (18 ressaltos e 6 assistências), ao passo que pelos insulares sobressaíram Christopher Matagrano (14 pontos e 8 ressaltos), Miguel Freitas (14 pontos e 4 assistências), Anthony Holliday (12 pontos),José Miguel (11 pontos e 6 ressaltos), Rick Cardoso (10 pontos e 8 ressaltos) e António Monteiro (10 pontos e 12 ressaltos).



Autor: FPB
Fonte: FPB


Imagens




Anexos


Último(s) comentário(s)




Conteúdos relacionados
Relações


Veja também:


PATROCINADORES E PARCEIROS
Parceiros Institucionais
Parcerias