Artigos da Federaçãooo

APD Leiria e APD Braga alcançam importantes vitórias

No Campeonato Nacional de BCR, fase de pré-qualificação, APD Braga e APD Leiria impuseram-se nos clássicos frente a BC Gaia e APD Lisboa, respetivamente.

No pavilhão Serra das Minas, a jornada abriu com uma vitória cómoda da APD Sintra frente à APD Paredes – 70-20. Ibrahim Mandjam – 4.0 – (34pts) liderou, com distância, a produção ofensiva sintrense, seguido de Humberto Miranda – 4.0 – (8pts). Na homóloga paredense, emergiram as figuras de Paulo Araújo – 1.0 – (7pts) e António Neto – 3.0 – (6pts) – 12-05 / 20-03 / 17-04 / 21-10.

No pavilhão Henrique Miranda, o GDD Alcoitão bateu confortavelmente a Lousavidas – 54-25 -, muito por culpa das prestações de Pedro André Gomes – 3.5 – (17pts) e Hugo Maia – 2.5 – (16pts). Nos lousadenses, de enaltecer as exibições de Carlos Cardoso – 1.0 – (12pts) e Leandro Carvalho – 5.0 – (7pts) – 19-04 / 16-05 / 13-09 / 06-07.

No duelo entre APD Lisboa e APD Leiria, duas equipas galvanizadas pelos resultados recentes, foi a turma do Lis a prevalecer por 54-61. Nos comandados de Daniel Pereira, técnico dos lisboetas, o ascendente repartiu-se entre Ângelo Pereira – 2.5 – (23pts) e Aliu Camará – 4.0 – (14pts), ao passo que, nos pupilos de Luís Ramos, destacaram-se Marco Francisco – 4.5 – (27pts) e Alexandre Conde – 4.0 – (14pts) – 09-20 / 14-16 / 20-16 / 11-09.

Por último, no embate a opor APD Braga e BC Gaia, os minhotos revelaram-se dominadores desde o começo e cavaram uma diferença categórica no marcador – 77-43. Márcio Dias – 4.5 – (31pts, 13res, 3ast, 5rb) assinou a melhor exibição da época e encaminhou a sua equipa para uma vitória moralizante, bem coadjuvado por Eduardo Gomes – 4.0 – (16pts, 9res, 3ast) e Filipe Carneiro – 2.0 – (16pts, 6res, 9ast, 2rb). Nos gaienses, evidenciaram-se Pedro Bártolo – 2.5 – (16pts, 3res, 8ast, 4rb), Daniel Rodrigues – 4.5 – (10pts, 10res, 1dl) e João Castro – 2.0 – (9pts, 2res, 1ast) – 18-08 / 20-09 / 17-17 / 22-09.


Miguel Reis: “A forma como se vive aqui o desporto adaptado é diferente”

Figura central dos êxitos do BC Gaia, onde nasceu para a modalidade, Miguel Reis rumou ao BCR profissional para representar o Unes FC Barcelona. Ao cabo de sensivelmente três meses no emblema da Catalunha, que considera “desafiantes”, o poste internacional A e Sub23 converteu-se numa das apostas seguras de Oscar Trigo.

Os blaugranas venceram apenas um dos quatro jogos realizados na Primera División, 2º patamar do BCR espanhol, mas deixaram boas indicações nas derrotas maioritariamente tangenciais, com Miguel Reis a revelar-se essencial nos dois lados do campo. Antes, o Unes FC Barcelona ergueu a supertaça catalã, novamente com o português em destaque.

Apesar do arranque auspicioso a nível pessoal, o contraste entre países foi palpável para o jogador de 22 anos. “Se tivesse que escolher uma palavra que diferencia o BCR em Portugal do BCR em Espanha, seria mentalidade. A maneira como não arranjam desculpas, mas sim soluções; o querer sempre mais e melhor; o espírito de sacrifício que todos têm, no geral, é incrível. A intensidade que se coloca dentro das quatro linhas e a forma como se vive aqui o desporto adaptado é diferente”, explica.

A adaptação à primeira experiência além-fronteiras, que contemplou “uma nova língua, um novo local, um novo país”, no que resume como uma “experiência enriquecedora”, obrigou ao maior escrutínio de outros aspetos para acompanhar o ritmo imposto pelos colegas. “Na alimentação e no descanso, comecei a cuidar mais de mim”.

Na harmoniosa integração num contexto de alto rendimento, contribuiu sobremaneira a orientação de um dos mais reputados técnicos de BCR, à escala mundial, responsável, entre outros feitos, pelo regresso da seleção espanhola masculina aos Jogos Paralímpicos, em Londres 2012, depois de um hiato que durava desde Atlanta 1996. “É incrível ser treinado pelo Oscar Trigo, tenho colhido um tipo de BCR que se joga a partir de conceitos e alguns até parecidos com o basquetebol convencional. É um poço de sabedoria no que diz respeito ao BCR”, enfatiza o mais recente pupilo do treinador catalão.

Em crescendo com as novas cores, Miguel Reis articula por isso um discurso pleno de ambição. “Os meus objetivos pessoais para esta época seriam ficar entre os 10 melhores jogadores da liga e ajudar a minha equipa a subir à División de Honor [máximo escalão do BCR espanhol]”, aponta.

Até à pausa natalícia, o Unes FC Barcelona enfrente o Adapta Zaragoza, Sureste Gran Canaria, Fundacion Vital Zuzenak e Cludemi Almeria, duelos em que só a vitória interesse para escalar à primeira metade da tabela e discutir, no final da época, a desejada promoção.

 

 

 

 


APD Lisboa lidera a solo de forma invicta

No Campeonato Nacional de BCR, fase de pré-qualificação, o destaque vai para a vitória da APD Lisboa no recinto da APD Braga. Também o BC Gaia, a APD Sintra e a APD Paredes passaram os respetivos testes.

A jornada arrancou com o embate a opor BC Gaia e GDD Alcoitão, onde se impuseram os anfitriões, com um marcador cómodo – 62-45. Nos campeões nacionais, saltaram à vista as prestações da dupla brasileira Ronaldo Souza – 2.0 – (14pts) e Daniel Rodrigues – 4.5 – (20pts), enquanto, nos comandados de Fernando Lemos, sobressaíram o internacional A Hugo Maia – 2.5 – (12pts) e o internacional Sub23 Pedro André Gomes – 3.5 – (11pts) – 09-08 / 23-11 / 14-15 / 16-11.

No clássico, que colocou frente a frente os dois emblemas invictos do campeonato nacional, a APD Lisboa suplantou a APD Braga – 54-60 – e carimbou o quinto triunfo da temporada. Um último quarto fértil – 11-20 -, bem como a inspiração nos três pontos de Ângelo Pereira – 2.5 – (18pts), certeiro em quatro ocasiões, foram decisivos para o êxito da formação orientada por Daniel Pereira. Nos pupilos de Ricardo Vieira, Márcio Dias – 4.5 – (23pts) e Filipe Carneiro – 2.0 – (16pts) revelaram a maior sintonia com o cesto. Nos visitantes, para além de Ângelo Pereira, Ahmat Afashokov – 4.0 – (10pts), Aliu Camará – 4.0 – (10pts) e Filipe Nogueira – 4.0 – (10pts) deram um contributo precioso para o desfecho favorável às suas cores – 13-10 / 17-12 / 13-18 / 11-20.

A APD Paredes somou o segundo triunfo da época, na receção à vizinha Lousavidas – 38-31. Num encontro pontuado por equilíbrio, o começo mais assertivo dos locais acabou por ser preponderante – 14-06 no 1º quarto. Os lousadenses acalentaram a reviravolta, mercê da reação operada no início da segunda parte, mas os paredenses não vacilaram e mantiveram-se na dianteira para estender novamente a vantagem nos dez minutos derradeiros. Paulo Araújo – 1.0 – (10pts), António Neto – 3.0 – (8pts) e Eduardo Bacalhau – 3.0 – (8pts) assumiram as rédeas no conjunto vencedor. No coletivo forasteiro, Carlos Cardoso – 1.0 – (13pts) e L. Carvalho – 5.0 – (23pts) foram os mais inconformados – 14-06 / 10-10 / 04-08 / 10-07.

Por último, a APD Sintra contornou a oposição da ACD Cotovia/UDI, por margem dilatada – 10-71. Nos sintrenses, Ibrahim Mandjam – 4.0 – (28pts) e João Cardoso – 4.5 – (21pts) estiveram em plano de evidência. A resistência da turma de Sesimbra coube, sobretudo, a José Lima – 3.5 – (5pts) – 02-20 / 00-22 / 04-11 / 04-18.

 


BC Gaia dinamiza II Treino Aberto de BCR

Pelo segundo ano consecutivo, o BC Gaia promove um treino aberto de Basquetebol em cadeira de rodas a toda a comunidade, com ou sem limitações motoras. O evento tomará lugar a 1 de dezembro, no pavilhão municipal de Grijó, entre as 14h30 e as 18h30, e requer inscrição online aqui, até 28 de novembro.

Em comunicado, a equipa nortenha, atual campeã nacional, expressa o desejo de “despertar curiosidade” e incentivar a experiência de praticar a modalidade em “igualdade de circunstâncias com alguns dos atletas do BC Gaia”, potenciando a “inclusão inversa”. Além disso, vinca a turma gaiense, a atividade poderá ter repercussões positivas a outros níveis. “Visa não só sensibilizar a comunidade geral, como também atrair potenciais praticantes, uma vez que a modalidade está aberta a todos aqueles com algum tipo de limitação motora, mesmo que impercetível no quotidiano. Quer isto dizer que não é premissa que o atleta de BCR se desloque em cadeira de rodas no seu dia-a-dia”, conclui a nota.

Nota: fotografia da autoria de Miguel Fonseca – @mfportefolio


APD Braga e APD Lisboa só sabem vencer

No Campeonato Nacional de BCR, fase de pré-qualificação, APD Leiria, APD Braga, APD Lisboa e APD Sintra registaram triunfos. Destaque para a manutenção da invencibilidade de APD Lisboa e APD Braga, bem como para a primeira derrota do BC Gaia, às mãos da APD Leiria.

 

A ronda arrancou com uma vitória sem sobressaltos para a APD Sintra, na receção a Lousavidas – 67-25 -, num encontro em que, nos donos da casa, Ibrahim Mandjam – 4.0 – (30pts) se exibiu de “mão quente”, bem secundado por Rui Lourenço – 4.0 – (12pts). Pela formação nortenha, Carlos Cardoso – 1.0 – (12pts) e L. Carvalho – 5.0 – (5pts) mostraram acerto – 16-06 / 17-05 / 18-06 / 16-08.

Em Queluz, a APD Braga, privada do contributo de elementos como Márcio Dias – 4.5 -, Jorge Palmeira – 2.5 – ou Gabriel Costa – 4.0 – contornou uma sólida equipa do GDD Alcoitão43-58 -, que vem demonstrando um rendimento em crescendo. A tónica de equilíbrio expressa no marcador ao intervalo -21-23 – diluiu-se aos poucos e a APD Braga iniciou a fuga no marcador. Pelos minhotos, sobressaíram Hélder Freitas – 3.5 – (22pts, 13res, 1ast, 1rb), melhor marcador da partida, e José Miguel Gonçalves – 3.0 – (15pts, 10res, 5ast, 1rb), ao passo que, nos cascalenses, Hugo Maia – 2.5 – (16pts, 3res, 7ast, 1rb) e Pedro André Gomes – 3.5 – (10pts, 6res, 5ast, 2rb) assinaram as prestações de maior relevo – 11-12 / 10-11 / 07-17 / 15-18.

No domingo, no embate mais aguardado da jornada, a APD Leiria bateu categoricamente o BC Gaia – 67-52 -, muito por culpa da entrada fulgurante na partida, que causou desnorte nas hostes rivais. Iderlindo Gomes – 4.0 – (28pts) e Marco Francisco – 4.5 – (15pts) lideraram a ofensiva leiriense, enquanto, nos gaienses, a réplica assentou em Pedro Bártolo – 2.5 – (28pts) e João Rumor – 4.0 – (11pts) – 18-04 / 14-09 / 12-17 / 23-22.

Por último, a APD Lisboa recebeu e venceu a APD Paredes – 67-25 -, num duelo de sentido único, marcado pelos desempenhos acima da média de Ahmat Afashokov – 4.0 – (23pts) e Filipe Nogueira – 4.0 – (14pts), nos locais, e Eduardo Bacalhau – 3.0 – (8pts) e Paulo Araújo – 1.0 – (8pts), nos visitantes – 12-05 / 18-08 / 19-08 / 18-04

Nota: fotografia da autoria de Miguel Fonseca – @mfportefolio


Portugueses lá fora: Christophe da Silva invicto na 2ª divisão francesa

Na rubrica “Portuguese lá fora”, incidimos no desempenho do CAPSAAA Paris, casa do extremo Christophe da Silva, que detém registo cem por cento vitorioso. Miguel Reis, poste internacional A e Sub23 do Unes FC Barcelona, não amealhou qualquer triunfo nas três primeiras jornadas da 2ª liga espanhola, apesar de desempenhos individuais positivos pelo coletivo catalão.

 

França – Nationale 1 MMO

No segundo escalão gaulês, renomeado Nationale 1, o internacional A Christophe da Silva (1.0) atravessa um momento positivo, já que o CAPSAAA Paris é uma das duas equipas que ostentam um percurso sem mácula. No arranque da prova, o conjunto da capital francesa ultrapassou o Club Handisport Forezien – 47-56 -, encontro no qual o extremo luso contribuiu com 3 pontos – 10-16 / 11-11 / 13-19 / 13-10. Seguiu-se a equipa “B” do CS Meaux Basket Fauteil, que o CAPSAAA Paris vergou por 55-42. Desta feita, Christophe da Silva (1.0), que viveu grandes conquistas ao serviço da equipa principal da formação rival (ergueu o troféu de campeão francês), não teve um contributo direto no marcador, no decurso dos dez minutos em campo – 16-13 / 12-08 / 14-05 / 13-16.

Por último, os parisienses dilataram o pleno de resultados positivos contra o JDA Dijon – 55-63. O internacional A em três campeonatos da Europa (2017, 2019 e 2022) esteve em campo ao longo de 24 minutos, que saldou num lançamento certeiro em dois tentados – 14-20 / 19-14 /08-18 / 14-11.

Espanha – Primera División

Na visita ao País Basco, na jornada inaugural, o Unes FC Barça, com Miguel Reis – 4.0 – (12pts, 2res; 28min) em excelente plano, acariciou a vitória no terreno do Salto Bera Bera48-46. Em nova deslocação, ao reduto do BSR Amiab Puertollano, reforçado com o lendário internacional mexicano Salvador Zavala – 4.0 -, a vitória voltou a escapar por detalhes às “tropas” de Oscar Trigo58-53. Miguel Reis (14pts – 7/10 2pts -, 3res, 2ast; 40min) confirmou as expetativas criadas no duelo anterior e assinou uma exibição muito consistente. No desafio de maior grau de dificuldade, o primeiro jogado em casa, no pavilhão Juan Carlos Navarro, o ex-BC Gaia não teve um dia tão feliz, amealhando 2 pontos e 2 ressaltos em sensivelmente 14 minutos de jogo. O Servigest Burgos, recém-despromovido do máximo escalão espanhol, a División de Honor, controlou sempre os acontecimentos e nunca fez perigar o objetivo de consumar a terceira vitória em três possíveis – 40-59.

Nota: fotografia da autoria de Nath Leroy.


APD Lisboa e BC Gaia mantêm invencibilidade

No Campeonato Nacional da 1ª divisão de BCR, fase de pré-qualificação, cumpriram-se quatro encontros. APD Lisboa e BC Gaia ainda não perderam, tal como a APD Braga, que folgou nesta jornada.

No municipal Dr. Manuel Ramos, em Grijó, o BC Gaia ultrapassou a APD Sintra, por 72-45, e averbou a terceira vitória em igual número de jogos. Os sintrenses apresentaram-se privados de vários elementos, tais como Marco Gonçalves (1.5), Rui Nascimento (4.0), Rui Nicolau (1.0), Hélder Pires (1.0) ou Humberto Miranda (4.0), ao passo que a única ausência nos gaienses foi João Castro (2.0). Após um começo equilibrado, os gaienses descolaram no marcador e geriram confortavelmente a vantagem. Pedro Bártolo(2.5) – 28pts – e Daniel Rodrigues (4.5) – 16pts – assumiram-se como maiores ameaças ofensivas, nos locais, ao passo que, nos visitantes, Ibrahim Mandjam (4.5) – 15pts – e Rui Lourenço (4.0) – 16pts -, revelaram-se os mais inconformados – 17-11 / 16-06 / 20-11 / 19-17.

No clássico entre GDD Alcoitão e APD Lisboa, em Queluz, a turma da capital levou a melhor – 49-52 -, numa partida pautada por várias alternâncias no marcador e incerteza até aos minutos derradeiros. Pedro Macedo (4.0) – 15pts -, Hugo Maia (2.5) – 10pts e Lassana Indjai (1.0) – 10pts – procuraram um desfecho diferente para os cascalenses. Do lado lisboeta, Ângelo Pereira (2.5) – 26pts – e Ahmat Afashokov (4.0) – 11pts – estiveram de “mão quente” – 12-06 / 15-16 / 07-16 / 15-14

Já a APD Leiria somou a segunda vitória consecutiva, ao impor-se no reduto da Lousavidas – 21-73 -, com Iderlindo Gomes (4.0) – 24pts – e Marco Francisco (4.5) – 20pts) a darem contributo decisivo para o êxito da formação do Lis. No conjunto nortenho, emergiram as figuras de Carlos Cardoso (1.0) – 8pts – e Alberto Batista (3.0) – 6pts – 04-15 / 06-23 / 08-18 / 03-17.

Em Sesimbra, o quarto inaugural – 09-10 – fez antever uma discussão mais apertada do marcador, mas rapidamente a APD Paredes se distanciou da estreante ACD Cotovia/UDI – resultado final: 20-50. David Lima (5.0) – 11pts – e José Lima (3.5) – 9pts – corporizaram a resistência anfitriã. Nos paredenses, merecem ênfase as prestações de Eduardo Bacalhau (3.0) – 16pts – e António Ribeiro (2.5) – 13pts – 09-19 / 02-09 / 08-14 / 01-17.


APD Leiria soma primeiro triunfo no campeonato

O campeonato nacional de BCR avançou para mais uma jornada que contou com a realização de dois jogos.

A APD Lisboa recebeu e venceu, por 76-08, o recém-chegado ao principal patamar do BCR nacional, ACD Cotovia/UDI.  Esta foi a segunda derrota da formação visitante, que no último fim de semana perdera frente ao atual campeão em título, BC Gaia.

Quanto ao segundo jogo, que opôs APD Leiria e GDD Alcoitão no Pavilhão do Lis, a equipa da casa saiu por cima e conseguiu a primeira vitória no campeonato. O emblema leiriense ultrapassou a oposição adversária por 57-46 num embate em que o terceiro quarto foi decisivo, quando os vencedores se distanciaram com um parcial de 24-11.

Por último, a APD Braga somou nova vitória na deslocação ao reduto da APD Sintra. O emblema bracarense venceu por 76-39 e mantém o bom início de temporada.


Análise da segunda ronda do campeonato nacional de BCR

No campeonato nacional de BCR, fase de pré-qualificação, cumpriram-se quatro encontros, com destaque para a primeira vitória da Lousavidas.

Em Grijó, o BC Gaia ultrapassou com clareza a APD Paredes – 75-21 -, num jogo em que se apresentou com dois novos atletas, Ronaldo Souza -1.5 – e Daniel Rodrigues – 4.5 – (12pts), mas sem João Castro – 2.0. Pedro Bártolo – 2.5 – (25pts) e João Rumor – 4.0 – (22pts) encabeçaram o poder de fogo local. Do lado paredense, Eduardo Bacalhau – 3.0 – (14pts) e Paulo Araújo – 1.0 – (5pts) foram as principais ameaças – 14-04 / 24-09 / 13-02 / 24-06.

Num dos duelos mais aguardados da jornada, a APD Braga, a jogar em casa, bateu a APD Leiria por 50-44. Pontuada por sete alternâncias no marcador, a partida conheceu um desfecho favorável às cores minhotas, onde sobressaíram Márcio Dias – 4.5 – (18pts, 17res, 1ast, 2rb, 1dl), que contribuiu com um duplo-duplo, José Miguel Gonçalves – 3.0 – (11pts, 5res, 8ast) e Eduardo Gomes – 4.0 – (12pts, 2res, 1ast). Pela turma leiriense, despontaram Iderlindo Gomes – 4.0 – (17pts, 16res, 6ast, 2rb), Nuno Nogueira – 2.5 – (8pts, 9res, 1ast, 1rb) e João Jerónimo – 4.0 – (8pts, 7res, 1rb) – 13-09 / 09-09 / 13-19 / 15-07

Em Lousada, a Lousavidas alcançou o primeiro êxito do seu trajeto no patamar maior do BCR nacional, perante a estreante ACD Cotovia/UDI – 54-17. Os visitantes adiantaram-se no quarto inaugural, mas depressa o conjunto anfitrião inverteu o rumo dos acontecimentos para selar uma vitória inequívoca. O internacional A Carlos Cardoso – 1.0 – (27pts) assinou uma exibição de gala, bem secundado por Sérgio Gomes – 1.0 – (8pts). Na formação de Sesimbra, emergiu a figura de David Lima – 5.0 – (14pts) – 10-13 / 10-04 / 20-00 / 14-00.

Já a APD Sintra arrancou com um triunfo importante, diante do GDD Alcoitão – 52-63. Os cascalenses até começaram melhor, mas paulatinamente os sintrenses assumiram as rédeas do clássico e impuseram-se por margem confortável. Hugo Maia – 2.5 – (17pts) e Pedro Gomes – 3.5 – (13pts) revelaram o maior acerto nos comandados de Fernando Lemos. Entre os pupilos de Jorge Almeida, de assinalar as prestações de Ibrahim Mandjam – 4.0 – (29pts) e Marco Gonçalves – 1.5 – (8pts) – 18-16 / 10-16 / 08-15 / 16-16.

Nota: fotografia da autoria de Miguel Fonseca – @mfportefolio


BC Gaia e APD Lisboa arrancam a vencer

No campeonato nacional de BCR, fase de pré-qualificação, a APD Lisboa venceu a Lousavidas e o BC Gaia bateu a estreante ACD Cotovia/UDI.

No Casal Vistoso, a APD Lisboa não sentiu dificuldades para superar a Lousavidas, apesar do bom começo da turma nortenha. Nos comandados da equipa anfitriã, sobressaíram as prestações do internacional A e Sub23 Ângelo Pereira – 2.5 – (26pts), Nelson Pereira – 5.0 – (10pts) e Filipe Nogueira – 4.0 – (9pts), ao passo que, no emblema visitante, destacou-se Carlos Cardoso – 1.0 – (10pts) – 15-09 / 17-04 / 21-04 / 08-04.

Mais a sul, em Sesimbra, a ACD Cotovia/UDI realizou o seu primeiro encontro oficial no escalão máximo, diante do campeão nacional Basket Clube de Gaia, que se impôs de forma inequívoca – 05-78. Nos gaienses, João Rumor – 4.0 – (24pts), Pedro Bártolo – 2.5 – (18pts) e João Castro – 2.0 – (14pts) assumiram o protagonismo. Nos locais, David Lima – 5.0 – apontou os primeiros pontos da história da equipa que ajudou a fundar (5pts) – 02-21 / 00-16 / 02-21 / 01-20

 

 


Resultados positivos para Paulo Soeiro, Aliu Baldé e Miguel Reis

Na rubrica “Portugueses lá fora”, saltam à vista os desempenhos de Paulo Soeiro e Aliu Baldé, dos Lux Rollers, e Miguel Reis, do Unes FC Barcelona. Também fazemos o balanço dos compromissos de Yuri Fernandes, na Nationale 3, em França, e de Nuno Silva, no campeonato suíço.

 

Alemanha – Regionalliga

No começo da Regionalliga, terceiro escalão germânico, os luxemburgueses Lux Rollers, capitalizaram a estreia com dois triunfos, frente a Bad Kreuznach. No primeiro encontro, o conjunto de Paulo Soeiro – 1.0 – e Aliu Baldé – 4.0 – (8pts) impuseram-se por 53-34 – 06-07 / 14-06 / 13-10 / 20-11. Na segunda partida, com os mesmos protagonistas, os dois pontos penderam para os luxemburgueses novamente – 51-40. Desta feita, Aliu Baldé – 4.0 – contribuiu com 6 pontos – 20-12 / 03-10 / 14-04 / 14-14

A dupla lusa regressa à competição a 13 de novembro, repetindo-se o cenário de jornada dupla, modalidade definida como prioritária neste escalão inferior do BCR alemão.

Espanha – Primera División

Na antecâmara da estreia na Primera División, segundo escalão do BCR espanhol, frente a Salto Bera Bera, no País Basco, a 15 de outubro, Miguel Reis – 4.0 – voltou a assumir um papel preponderante no êxito da sua equipa em encontro amigável. O Unes FC Barcelona derrotou o Costa Daurada, emblema conterrâneo, que joga na Segunda División, um degrau abaixo, por categóricos 65-37. O poste internacional A e Sub23, ex-BC Gaia, mostrou acerto e contabilizou 27 pontos.

França – Nationale 3

Yuri Fernandes – 2.5 – abriu as hostilidades pela equipa “B” dos Hornets Le Cannet, na Nationale 3, equivalente à 4ª divisão, diante da segunda formação do HSB Marseille. O rival do ex-Trovões acabou por levar a melhor – 47-37 -, apesar da sóbria prestação do extremo (10pts, 5ast). Os Hornets Le Cannet 2retomam a prova a 22 de outubro.

Suíça – Campeonato Nacional

Na liga suíça, escalão único, os Ticino Bulls, de Nuno Silva, acumulam duas vitórias, frente a Swiss Ladies – 12-56 – e Zuri Highland Bulls – 12-64 -, e duas derrotas, perante Ésperance Phoenix Pully – 42-75 – e Valais Berne Magic – 56-53.


Campeonato Nacional de BCR arranca com duas partidas

No campeonato nacional de BCR da 1ª divisão, fase de pré-qualificação, tomam lugar duas partidas, relativas à primeira jornada, a 15 de outubro.

Uma semana depois da Supertaça, que culminou com a vitória da APD Braga sobre o BC Gaia, por 73-62, inicia-se a principal prova das competições de BCR, este ano com novo figurino. Ao invés do adotado na época 2021/2022, as nove equipas competirão no mesmo escalão, com a primeira fase, designada pré-qualificação, a contemplar apenas uma volta. Posteriormente, os seis primeiros classificados, inseridos então na Liga BCR, digladiam-se por uma vaga nas meias-finais do playoff, ao passo que os restantes emblemas, juntamente com o CD “Os Especiais” e as equipas B inscritas, jogam a Divisão de Honra.

Neste primeiro fim de semana de prova, no sábado, 15 de outubro, a APD Lisboa recebe a Lousavidas, às 15h, no pavilhão municipal do Casal Vistoso. Por sua vez, a ACD Cotovia/UDI, estreante nas competições oficiais, mede forças com o BC Gaia, às 15h, no pavilhão municipal de Sampaio, em Sesimbra.


Noticias da Federação (Custom)

“Foi um jogo muito competitivo e o benfica levou a melhor”

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam iaculis blandit magna, scelerisque ultricies nisi luctus at. Fusce aliquam laoreet ante, suscipit ullamcorper nisl efficitur id. Quisque id ornare est. Nulla eu arcu neque. Sed ornare ex quis pellentesque tempor. Aenean urna enim, commodo ut nunc sit amet, auctor faucibus enim. Nullam vitae felis ipsum. Etiam molestie non enim quis tincidunt. Pellentesque dictum, nulla id ultricies placerat, neque odio posuere orci, quis vestibulum justo odio ut est. Nullam viverra a magna eu tempor. Nullam sit amet pellentesque magna. Vestibulum vel fermentum turpis, nec rhoncus ipsum. Ut et lobortis felis, sed pellentesque dolor. Nam ut porttitor tellus, ac lobortis est. Fusce vitae nisl vitae ante malesuada venenatis. Sed efficitur, tellus vel semper luctus, augue erat suscipit nunc, id hendrerit orci dui ac justo.

Pellentesque eleifend efficitur orci, et pulvinar dui tempus lobortis. Proin accumsan tempus congue. Cras consectetur purus et lacinia rhoncus. Ut eu libero eget quam semper malesuada. Aliquam viverra vulputate tempor. Sed ac mattis libero, a posuere ligula. Quisque tellus dui, placerat vel ex in, fringilla fringilla tellus. Aliquam erat volutpat. Aenean convallis quis eros vel ornare. Aliquam et lorem vestibulum, posuere quam ac, iaculis arcu. Fusce feugiat blandit mattis.

Legenda

Praesent sed metus euismod, varius velit eu, malesuada nisi. Aliquam aliquet quam tempor orci viverra fermentum. Sed in felis quis tortor accumsan vestibulum. Aliquam erat volutpat. Maecenas pretium sem id enim blandit pulvinar. Pellentesque et velit id arcu feugiat hendrerit ac a odio. Sed eget maximus erat. Phasellus turpis ligula, egestas non odio in, porta tempus urna. Fusce non enim efficitur, vulputate velit in, facilisis metus.

Nulla sagittis risus quis elit porttitor ullamcorper. Ut et dolor erat. Ut at faucibus nibh. Cras nec mauris vitae mauris tincidunt viverra. Donec a pharetra lectus, vitae scelerisque ligula. Integer eu accumsan libero, id sollicitudin lectus. Morbi at sem tincidunt augue ullamcorper tristique. In sed justo purus. Aenean vehicula quam quis pellentesque hendrerit. Fusce mattis mauris lorem, in suscipit diam pretium in. Phasellus eget porttitor mauris. Integer iaculis justo ut commodo eleifend. In quis vehicula nisi, non semper mauris. Vivamus placerat, arcu et maximus vestibulum, urna massa pellentesque lorem, ut pharetra sem mauris id mauris. Vivamus et neque mattis, volutpat tortor id, efficitur elit. In nec vehicula magna.

Miguel Maria

“Donec Aliquam sem eget tempus elementum.”

Morbi in auctor velit. Etiam nisi nunc, eleifend quis lobortis nec, efficitur eget leo. Aliquam erat volutpat. Curabitur vulputate odio lacus, ut suscipit lectus vestibulum ac. Sed purus orci, tempor id bibendum vel, laoreet fringilla eros. In aliquet, diam id lobortis tempus, dolor urna cursus est, in semper velit nibh eu felis. Suspendisse potenti. Pellentesque ipsum magna, rutrum id leo fringilla, maximus consectetur urna. Cras in vehicula tortor. Vivamus varius metus ac nibh semper fermentum. Nam turpis augue, luctus in est vel, lobortis tempor magna.

Ut rutrum faucibus purus ut vehicula. Vestibulum fermentum sapien elit, id bibendum tortor tincidunt non. Nullam id odio diam. Pellentesque vitae tincidunt tortor, a egestas ipsum. Proin congue, mi at ultrices tincidunt, dui felis dictum dui, at mattis velit leo ut lorem. Morbi metus nibh, tincidunt id risus at, dapibus pulvinar tellus. Integer tincidunt sodales congue. Ut sit amet rhoncus sapien, a malesuada arcu. Ut luctus euismod sagittis. Sed diam augue, sollicitudin in dolor sit amet, egestas volutpat ipsum.