Artigos da Federaçãooo

APD Braga e BC Gaia invictos na Liga BCR

Na Liga BCR, escalão principal, a APD Braga e BC Gaia conservaram o registo cem por cento vitorioso.

No arranque da jornada, a APD Leiria vergou o GDD Alcoitão – 57-45 -, numa partida pontuada por enorme equilíbrio na primeira parte – 30-30. A assertividade leiriense, em contraste com o maior desperdício cascalense, inclinaram o marcador a favor da formação local, que voltou assim a desfeitear o conjunto orientado por Fernando Lemos. Iderlindo Gomes – 4.0 – (22pts) e Alexandre Conde – 4.0 – (13pts) encaminharam a turma do Lis para o resultado desejado, ao passo que, nos visitantes, ainda à procura da estreia a ganhar, sobressaíram Hugo Maia – 2.5 – (20pts) e Afonso Tavares – 4.0 – (10pts) – 16-16 / 14-14 / 11-08 / 16-07.

Seguiu-se o duelo a opor Basket Clube de Gaia e APD Sintra, com o conjunto nortenho a impor-se, depois de superar as muitas dificuldades causadas pela APD Sintra, que chegou a comandar com uma vantagem para lá dos dez pontos. Pedro Bártolo – 2.5 – (22pts, 3res, 13ast) e Daniel Rodrigues – 4.5 – (19pts, 6res, 1ast, 1rb, 1dl) lideraram a dinâmica gaiense. Nos sintrenses, Ibrahim Mandjam – 4.0 – (30pts) e Ricardo Pires – 5.0 – (9pts) constituíram as principais ameaças – 15-10 / 10-21 / 19-15 / 21-05.

No domingo, a APD Leiria entrou novamente em campo para receber a APD Braga, mostrando-se incapaz de aplacar as intenções dos minhotos – 40-61. Nos comandados de Ricardo Vieira, emergiu destacado Filipe Carneiro – 2.0 – (22pts), bem secundado por Márcio Dias – 4.5 – (15pts). Entre os pupilos de Luís Ramos, saltaram à vista os desempenhos de Alexandre Conde – 4.0 – (16pts) e Iderlindo Gomes – 4.0 – (10pts) – 14-12 / 10-18 / 10-19 / 06-12.

 


097 | CONVOCATÓRIA SELEÇÃO NACIONAL SUB 23 BCR

Convocatória Seleção Nacional Sub 23 BCR


Convocados da seleção nacional sub23 de BCR

Depois de um primeiro apronto em dezembro, em Braga, a seleção nacional sub23 de BCR concentra-se em Vila Nova de Gaia, de 17 a 20 de fevereiro. Para o estágio a realizar-se no Centro de Alto Rendimento de Gaia, o selecionador nacional Ricardo Vieira e o selecionador adjunto Daniel Pereira elegem catorze atletas. Recorde-se que a seleção nacional sub23 procura uma inédita participação num Campeonato da Europa da categoria, previsto para 2023, depois de disputar em duas ocasiões, 2019 e 2022, os Jogos Paralímpicos Europeus da Juventude. Na última edição, Portugal trouxe a medalha de bronze, num torneio que reuniu cinco seleções.

CONVOCATÓRIA

BC Gaia

Mamadu Djaló – 1.5

João Castro – 2.0

João Dinis – 2.5

Luís Assunção – 4.5

APD Leiria

João Pedro – 2.5

Nuno Nogueira – 3.0

Alexandre Conde – 4.0

APD Lisboa

William Silva – 3.5

Ahmat Afashokov – 4.0

GDD Alcoitão

Pedro André Gomes – 3.5

Afonso Tavares – 4.0

APD Paredes

Diogo Ferrás

APD Sintra

William Benedito – 1.5

Unes FC Barcelona

Miguel Reis – 4.0

Diretor responsável: João Crucho

Diretor adjunto: Luís Sintra

Nota: fotografia cedida pela organização dos EPYG 2022.


Le Cannet de Yuri Fernandes “cai” para a Euroliga 1

Os Hornets Le Cannet, casa de Yuri Fernandes, não conseguiram, em Bilbao, o passaporte para os quartos de final da Champions League. Na sexta-feira, 3 de fevereiro, a formação gaulesa começou por cair ante os turcos do Galatasaray62-75 -, encontro no qual o atleta luso não saiu do banco. Seguiu-se, da parte da tarde, um triunfo motivador para o segundo classificado do campeonato francês, diante dos britânicos Manchester Revolution50-91 -, a única partida em que o extremo ex-Trovões contou com alguns minutos, saldados em 2 pontos, 2 ressaltos e 1 assistência.

No segundo e derradeiro dia desta fase preliminar, Le Cannet mostrou competência face à oposição do conjunto anfitrião, Bidaideak Bilbao BSR, que precisou de resgatar a sua melhor versão para vencer – 74-76. A turma de Yuri Fernandes – 2.5 – fecharia o certame com uma segunda vitória, contra os italianos DECO Metalferro Amicacci Abruzzo50-70 -, resultado insuficiente para rumar aos quartos de final da Champions League, mas que valeu o terceiro posto no grupo e o consequente apuramento para a fase final da Euroliga 1, segundo patamar do BCR continental de clubes, em Cantù, Itália, saltando as etapas de qualificação para a dita competição, previstas para o mês de março. Precisamente o rival transalpino agarrou a quarta posição, que permite também a continuidade na Europa, mas na fase final da Euroliga 2. Já os britânicos Manchester Revolution, quintos, ficam arredados das provas europeias. Bidaideak Bilbao BSR, invicto nesta etapa, e Galatasaray disputam, em março, os quartos de final, em Erfurt, Alemanha, e Albacete, Espanha, respetivamente.

Nota: fotografia cedida pelos Hornets Le Cannet.

 


Travante Williams e Raphaella Monteiro são os MVP’s Betclic de janeiro

Na contabilidade estatística individual de janeiro, Travante Williams, jogador do Sporting CP, e Raphaella Monteiro, atleta do SL Benfica, destacaram-se como MVP’s Betclic.

De referir que Travante Williams recebeu o prémio este sábado, antes do “clássico” frente ao FC Porto, das mãos de Mário Albuquerque, glória do basquetebol leonino.

Travante entrou em 2023 em grande. Apesar da derrota em Guimarães, o internacional português destacou-se durante o mês de janeiro ao conseguir um total de 122 pontos de valorização MVP em quatro jogos.

O prémio de MVP no mês de janeiro é o culminar de uma média de valorização de 30.5 pontos MVP. Travante terminou o mês com médias de 22.5 pontos por jogo (58% de eficácia de lançamento), 9.25 ressaltos, 4.8 assistências e ainda 1.5 roubos de bola.

Alcançou 30 ou mais pontos de valorização em três dos quatro jogos, tendo a sua melhor exibição diante da Ovarense GAVEX, ao conseguir marcar 37 pontos, incluindo nove triplos, sete ressaltos e cinco assistências.

• 58% lançamentos de campo
• 64% de 2 pontos
• 52% de 3 pontos

Já Raphaella Monteiro está na melhor fase da época e o mês de janeiro foi o mais prolífico da temporada até agora. A jogadora das “águias” conseguiu um total 102 pontos totais de valorização MVP durante o último mês.

Raphaella Monteiro conseguiu uma média de 20.3 pontos (66%), 9.3 ressaltos, 2.3 assistências e 2.6 roubos de bola por jogo nos três encontros disputados. No global, a internacional brasileira conseguiu uma média de 34 pontos de valorização MVP.

O Benfica continuou invencível na Liga Betclic Feminina, com a melhor exibição da brasileira a surgir diante do CDEFF. Raphaella Monteiro marcou 22 pontos, conquistou 14 ressaltos e ainda somou cinco assistências e seis roubos de bola num total de 40.5 pontos de valorização MVP.

• 66% lançamentos de campo
• 65% de 2 pontos
• 76% de lance livre


Miguel Reis novamente MVP no triunfo do Unes FC Barcelona

O Unes FC Barcelona venceu pela oitava vez na temporada, na Primera División, segundo escalão do BCR espanhol, e é terceiro de forma isolada. A formação orientada por Óscar Trigo, novo selecionador português, ultrapassou com facilidade os bascos do Salto Bera Bera65-29 -, perante o seu público, com Miguel Reis– 4.0 – (19pts, 4res, 3ast, 2rb) a atingir o estatuto de MVP. O poste luso repete assim a distinção, depois de rubricar boa exibição ante o Adapta Zaragoza – 60-36 -, na jornada anterior. No próximo compromisso, a formação catalã, que ocupa o terceiro posto, com mais uma vitória do que o BSR Amiab Puertollano, mede forças com o líder Servigest Burgos, invicto na prova com doze triunfos.

Recorde-se que os quatro primeiros classificados carimbam a passagem à Final Four, onde o vencedor alcança a subida à División de Honor e o vice-campeão discute as hipóteses de promoção com o penúltimo da principal montra do BCR do país vizinho.

Nota: fotografia cedida pelo Unes FC Barcelona.


Sporting volta a superar o FC Porto

Depois do triunfo na meia-final da Taça Hugo dos Santos, o Sporting CP voltou a bater o FC Porto, agora para a Liga Betclic Masculina. Por seu turno, o CD Póvoa ESC Online impôs uma derrota ao SL Benfica, a UD Oliveirense superou o Imortal LuziGás após prolongamento, o Vitória SC bateu o Sangalhos Boomerang, o SC Lusitânia Expert suplantou a Ovarense GAVEX e o CAB Madeira ganhou, de forma emocionante, no reduto do Esgueira Aveiro OLI.

O “jogo grande” da jornada viu o Sporting receber e vencer o FC Porto por 80-74. Os “leões” lideraram o marcador durante quase toda a partida e, no último quarto, a 3:21 do final, alcançaram mesmo uma vantagem de 16 pontos (76-59), mas um parcial de 15-4, para os “dragões”, atenuou distâncias. O Sporting registou a quarta vitória consecutiva no campeonato, depois de um jogo em que converteu 18 dos seus 20 lances livres, obtendo ainda seis desarmes de lançamento. No capítulo individual, nos “verde e brancos”, os melhores em campo foram Marcus LoVett Jr. (25pts, 9/16 2P, 4/4 LL, 5res, 6ast, 1rb) e Diogo Ventura (11pts, 4/4 LL, 3res, 2ast), enquanto no FC Porto, que não perdia na competição desde 5 de novembro, sobressaiu Teyvon Myers (26pts, 5/10 2P, 13/14 LL, 6res, 5ast).

A norte, o Póvoa deu continuidade ao seu bom momento e aplicou um resultado de 60-59 ao Benfica, que comanda a classificação à condição. Este foi um embate marcado pela baixa pontuação, durante o qual nenhuma das equipas alguma vez teve uma vantagem na casa dos dois dígitos. Os “encarnados” ainda tiveram a hipótese de sorrir na última posse de bola, mas Cameron Oluyitan desarmou Makram Ben Romdhane e gerou a festa poveira. O Póvoa efetuou 13 assistências e contou com as exibições de Cameron Oluyitan (13pts, 3/5 3P, 4res, 1dl), Sherwood Brown (12pts, 3/4 LL, 7res, 1ast, 1rb), ao passo que no Benfica, que até ganhou a luta das tabelas (45 ressaltos contra 39 do adversário), Aaron Broussard (22pts, 8/13 2P, 6/7 LL, 6res, 2ast, 2rb) remou contra a maré, sem esquecer os 11 ressaltos de Maik Zirbes.

A partida entre Oliveirense e Imortal apenas ficou decidida com recurso a tempo extra, com a vitória (78-77) a ficar em Oliveira de Azeméis. Assistiu-se a um duelo intenso, com as equipas a alternarem entre si na liderança do resultado. A Oliveirense esteve na dianteira por mais do que uma ocasião, com avanços superiores a 10 pontos, mas o encontro não estava fechado e acabou igualado a 72 pontos. No prolongamento, a 13 segundos do final, Darius Carter converteu um lançamento de dois pontos e guiou a sua equipa à vitória. A Oliveirense finalizou com sucesso 21 dos seus 23 lances livres, num conjunto em que Julien Ducree (17pts, 6/11 2P, 5/7 LL, 6res, 3rb, 2dl), Darius Carter (16pts, 6/6 LL, 5res, 1dl), Max Kouguere (13pts, 6res, 4ast, 5rb) e João Balseiro (10pts, 3/4 2P, 4/4 LL, 6res, 1ast)a formação da casa estiveram em evidência Julien Ducree (17pts, 6res, 3rb, 2dl) e Darius Carter (16pts, 5res, 1dl) estiveram em plano de realce. Relativamente ao Imortal, protagonista de 17 roubos de bola e que averbou a quarta derrota seguida, deram nas vistas Marquise Moore (23pts, 8/15 2P, 9res, 3ast, 3rb), Joshua Ferguson (16pts, 8/10 LL, 10res, 1ast, 1rb, 1dl), Spencer Littleson (13pts, 4/4 LL, 3res, 4ast, 3rb, 1dl) e Mojeed Ewuosho (12pts, 4res, 1ast, 2rb).

Em Guimarães, o Vitória bateu o Sangalhos por 107-78. Os “conquistadores” dominaram os acontecimentos e, com parciais de 27-16, 29-23 e 28-15, decidiram a questão. A turma minhota alcançou 59% de eficácia da linha de dois pontos, marcou 13 triplos e 16 dos 18 lances livres a seu favor e tirou proveito das prestações de Anthony Roberts (30pts, 8/10 2P, 3/6 3P, 5/5 LL, 4res, 1rb), Pedro Bastos (17pts, 4/7 3P, 3/3 LL, 1res, 1ast), Phlandrous Fleming (14pts, 9res, 5ast, 1rb, 2dl), Zachary Simmons (14pts, 5/9 2P, 6res, 4ast, 2rb, 1dl) e Jacob Tubbergen (12pts, 4/6 2P, 4/4 LL, 2res, 2ast, 1rb). Por seu turno, no Sangalhos, Nikita Kasongo (20pts, 5/10 3P, 3/4 LL), Cleusio Castro (17pts, 5/9 2P, 7/9 LL, 10res, 1ast), Dimitri Maconda (16pts, 7/10 2P, 1res, 4ast, 2rb, 1dl) e Jerónimo Luís (12pts, 5/7 2P, 10res).

Nos Açores, o Lusitânia ultrapassou (88-81) a Ovarense, numa partida que teve vários momentos de equilíbrio, como se comprova pelo empate (61-61) no final do terceiro quarto. Nos derradeiros dez minutos, os donos da casa aplicaram um parcial de 27-20 e “agarraram” a conquista dos dois pontos, após um jogo em que registaram 43 ressaltos, tendo Ryan Weber (21pts, 4/5 2P, 4/7 3P, 6res, 1ast, 1rb), Justin Davis (19pts, 11/12 LL, 12res, 3ast, 1rb) e Derek Jackson Jr (14pts, 3/5 2P, 8/9 LL, 6res, 8ast, 3rb) como principais figuras. Quanto ao emblema vareiro, que apontou 10 triplos, Jordan Robertson (23pts, 4/8 3P, 5res, 1ast), Antonio Woods (12pts, 3ast, 4rb), Jacoby Armstrong (12pts, 5/9 2P, 8res, 2ast, 1rb) e Brandon Peel (10pts, 3/3 LL, 1res, 1ast, 1rb) tiveram sinal mais.

Num embate impróprio para cardíacos, o CAB venceu (87-86) na visita ao reduto do Esgueira  com um lançamento no soar da buzina de Milan Milovanovic. Num embate impróprio para cardíacos, o CAB venceu na visita ao reduto do Esgueira (87-86) com um lançamento no soar da buzina de Milan Milovanovic. O equilíbrio imperou durante o encontro, mas no terceiro quarto os anfitriões chegaram a dispor de uma vantagem de 12 pontos (63-51). Só que o conjunto insular voltou para a discussão do resultado, até que se assistiu a um último minuto frenético, marcado por um parcial de 7-5 para o CAB, consumado no já citado decisivo “tiro” de dois pontos de Milovanovic. O CAB atingiu 60% de eficiência (23/38) da linha de dois pontos, só falhou um lance livre em 15 tentativas e viu Milan Milovanovic (27pts, 9/12 2P, 9/9 LL, 12res, 2ast, 1rb), Michael Almonacy (20pts, 4/6 2P, 1res, 1ast, 1rb), Charles Speelman (14pts, 3/5 2P, 5res, 2ast) e Diogo Peixe (12pts, 3/4 LL, 6res, 11ast, 1rb) despontarem pelas suas cores. Por seu turno, do lado do Esgueira, que não ganha desde 28 de dezembro, Trevon Evans (22pts, 9/12 2P, 2res, 9ast, 1rb), Ryan Ogden (19pts, 6/11 2P, 4/5 LL, 4res, 4rb), Biniam Ghebrekidan (16pts, 7/13 2P, 8res, 3ast) e Alexander Kappos (13pts, 3/3 3P, 4/4 LL, 11res, 1dl) foram influentes.


“Acredito na manutenção. Estou pronto para a batalha”

Internacional angolano ao serviço do Sangalhos Boomerang, Cleusio Castro tem dado nas vistas, o que recentemente se traduziu no título de MVP da 19.ª jornada da Liga Betclic Masculina.

Apesar da última posição ocupada pelo Sangalhos, Cleusio Castro mostra-se determinado em garantir a manutenção e é a voz do contentamento em relação a esta experiência em Portugal, em vésperas da sua equipa jogar em Guimarães.

 

O Vitória SC é o adversário que se segue. Quais são as maiores qualidades deste adversário?
A equipa do Vitória SC tem bastante qualidade ofensiva e defensiva, principalmente na posição 5 e 4, e tem o melhor marcador da Liga. Mas nós vamos lá com a cabeça erguida e lutar pela segunda vitória no campeonato.

O Sangalhos discutiu até final a partida frente ao Póvoa e nivelou o jogo diante do Benfica em vários momentos. Acreditas que a equipa está a ir no caminho certo? A que se deve esta evolução?
Acredito que estamos a evoluir. Jogo após jogo estamos a ganhar mais confiança uns com os outros dentro do campo.

Esta melhoria dá-vos motivação e esperança para a 2.ª fase? Acreditas que o Sangalhos poderá acabar por assegurar a manutenção?
Eu acredito que tudo é possível.

Foste o MVP da 19.ª jornada da Liga. Sentes-te no teu melhor momento desde que chegaste ao Sangalhos?
Sim, sinto-me no meu melhor momento desde que cheguei a Sangalhos, e graças ao meu grupo. Eles é que são, realmente, os MVP’s da 19.ª jornada.

Acreditas que a subida de rendimento da equipa também está ligada ao teu momento de forma?
Penso que sim, porque eles contam muito comigo em campo e eu darei sempre o meu melhor para a equipa.

Como está a ser esta experiência no Sangalhos e em Portugal?
Está a ser ótimo e incrível. Uma experiência muito diferente de Angola, com jogos de alto nível e bastante qualidade.

Como te defines enquanto jogador?
Dedicado, responsável, sempre atento às indicações do treinador e pronto para a batalha.


Este sábado cumpre-se, na totalidade, a 20.ª ronda da Liga Betclic Masculina. A FPBtv vai acompanhar a par e passo todos os jogos:


Ryan Ogden MVP da 16.ª jornada da Liga Betclic Masculina

Depois de finalizada o encontro entre SL Benfica e Sangalhos DC Boomerang (103-67), a 16.ª jornada da Liga Masculina acabou. No rescaldo estatístico de mais uma ronda do campeonato, Ryan Ogden, extremo norte-americano do Esgueira Aveiro Oli, sobressaiu como jogador mais valioso.

O jogador de 26 anos alcançou os 38.5 pontos de valorização MVP depois e contribuir com um duplo-duplo na derrota do Esgueira diante da Ovarense Gavex (70-87). Ogden marcou trinta pontos, conquistou 12 ressaltos e ainda amealhou uma assistência, um roubos de bola e um desarme de lançamento em 33.50min dentro das quatro linhas.

Além do norte-americano, também Earl Watson (15pts, 15res, 5ast, 2dl – valorização 32) do Imortal LUZiGÁS, Jacob Van Tubbergen (20pts, 10res, 4rb, 1dl – valorização 29) do Vitória SC, Jordan Robertson (21pts, 6res, 2ast, 2rb – valorização 25.5) da Ovarense Gavex e ainda Marcus LoVett Jr. (26pts, 2res, 3ast, 2rb – valorização 25.5) do Sporting CP.


Yuri Fernandes disputa a Champions League de BCR

A fase preliminar da Champions League de BCR, composta por três grupos, joga-se a 3 e 4 de fevereiro. O único português em ação será Yuri Fernandes, classe 2.5, ex-Trovões, que viaja com os Hornets Le Cannet, atual segundo do máximo escalão gaulês, para Bilbao, palco do grupo B.

À turma onde milita o extremo luso, juntam-se o anfitrião Bidaideak Bilbao BSR, os italianos DECO Metalferro Amicacci Abruzzo, os turcos do Galatasaray e os britânicos Manchester Revolution. O grupo B toma lugar em Las Palmas, Gran Canária, e o grupo C na cidade austríaca de Klosterneuburg. Nos quartos de final, aguardam já o BSR AMIAB Albacete, campeão da Europa em título, fruto do estatuto de anfitrião dessa fase, e o RSB Thuringia Bulls, equipa germânica que partilha a condição de sede da etapa reservada para o mês de março.

Por agora, os Hornets Le Cannet de Yuri Fernandes serão um dos emblemas a batalhar por um lugar nos quartos de final da principal competição continental de clubes. Os jogos do grupo A têm transmissão aqui.

Nota: fotografia cedida pela equipa Hornets Le Cannet.


Neemias Queta é a Personalidade de 2022 para a FPB

Neemias Queta é a Personalidade do Ano de 2022 para a FPB, e por isso o seu nome foi indicado pela Federação para a 26.ª Gala do Desporto, da Confederação do Desporto de Portugal, que se realizou esta quarta-feira à noite. Homenageamos Neemias, após um ano em que somou atuações na NBA e em que se estreou pela Seleção Nacional sénior, com contributo em duas vitórias. E parabenizamos Fernando Pimenta, consagrado canoísta nacional que ganhou o prémio de Melhor Atleta Masculino de 2022.

Neemias Queta começou a jogar basquetebol aos 10 anos, no Futebol Clube Barreirense, emblema que representou durante oito épocas, altura em que se transferiu para o Sport Lisboa e Benfica, onde permaneceu na época 2017-18. Na temporada seguinte rumou aos EUA para representar, durante três anos, Utah State University. Aqui, entre outras distinções, foi considerado Mountain West Freshman of the Year, em 2019, e Mountain West Defensive Player of the Year, em 2019 e 2021. Também em 2021, integrou a First-team all-Mountain West e foi Naismith Defensive Player of the Year Finalist.

É o primeiro português a ingressar na NBA. Selecionado na 39.ª posição do draft de 2021 pelos Sacramento Kings, estreou-se em 17 de dezembro desse ano. Representou a equipa num total de 15 jogos em 2021-22 e em quatro ocasiões na presente época. Ao serviço dos Sacramento Kings venceu a NBA Summer League em 2021, um torneio de verão que já escapava ao clube californiano desde 2014. Por ser detentor de um “Two-Way contract”, também representa os Stockton Kings na G League, liga de desenvolvimento da NBA.

Ao serviço desta equipa disputou 14 jogos em 2021-22 e já 11 em 2022-23, com crescentes minutos de utilização e crescentes estatísticas. Representou a Seleção Nacional de sub18 em 2017 e a Seleção Nacional de sub20 em 2018 e 2019, ano em que Portugal se sagrou campeão europeu da Divisão B, alcançando, pela primeira vez, a subida à Divisão A. Ainda que não tenha disputado a final, por se ter lesionado, integrou o cinco ideal da prova. Em agosto último representou, pela primeira vez, a principal Seleção Nacional sénior, na Pré-Qualificação para o EuroBasket 2025, contribuindo para as vitórias frente à Roménia e a Chipre.


SC Braga escala ao topo da Zona Norte

No Campeonato Nacional da 1ª Divisão Masculina, o embate entre SC Braga e SC Guifões trouxe novo líder à Zona Norte. SC Farense e Clube Basket de Queluz são os únicos invictos no escalão.

 

Zona Norte

O SC Braga assumiu o comando da série, ao destronar o adversário da jornada, SC Guifões, que superou por 72-60. Os bracarenses, mais afoitos na luta pelo ressalto (43 contra 30) e certeiros no ataque ao cesto, registando percentagens de 54% nos dois pontos, 28% nos três pontos e 73% de lance livre, viram Broderick Robinson (22pts, 10res, 9ast, 5rb) liderar as suas aspirações. Pela turma de Matosinhos destacou-se Enrico Nuno (13pts, 6res, 2ast, 2rb). Segue-se, em terceiro, o Basquete de Barcelos, soberano no terreno do CD Póvoa Sub2361-63 -, adversário direto na disputa dos lugares cimeiros que ocupa a quarta posição. Nos barcelenses, que conquistaram mais ressaltos (47) e desferiram com maior êxito lançamentos dos 6,75m (35%), sobressaíram Kennedy Fernandes (17pts, 12res, 2ast, 1rb, 2dl) e Luís Pires (13pts, 14res, 1dl), ao passo que, nos poveiros, merece ênfase a atuação de Eduardo Santos (14pts, 18res, 2ast, 1dl), ao rubricar um duplo-duplo.

O CB Viana Nortaluga recebeu e venceu a Juvemaia-ACDC por 79-72, num duelo em que a formação caseira, impulsionada nos dígitos de João Almeida (9pts, 12res, 2ast, 4rb, 3dl), dominou a luta das tabelas (40 ressaltos) e atirou melhor da linha de três pontos. Por sua vez, os maiatos tiveram em Rachine Ribeiro (9pts, 8res, 2ast, 1rb) o elemento em evidência. Em Leça da Palmeira, o Académico FC embalou para a vitória, muito por culpa de João Fernandes (17pts, 4res, 1ast, 4rb), diante do GDB Leça Cargolândia65-69 -, onde não bastou o bom desempenho de Jordan Moses (15pts, 12res, 1rb, 1dl). A formação portuense mostrou-se mais assertiva na concretização, em especial no lançamento de dois pontos (51%). Os academistas derrotaram igualmente o Basquete de Barcelos, desta feita na condição de visitado, por cómodos 63-47. Concorreram para a vitória dos anfitriões a sintonia com o cesto, melhores nos lançamentos de campo (41% de 2pts e 32% de 3pts), bem como o arrojo de Alexandre Queiroz (12pts, 6res, 2ast, 1rb). Hélder Ferreira (14pts, 1res, 2ast, 3rb) primou pelo inconformismo nos forasteiros.

 

Zona Norte/Centro

O Olivais Futebol Clube confirmou o estatuto de líder, ao prevalecer no embate fora de portas perante o SC Beira-Mar62-68 -, terceiro classificado. Os aveirenses, orquestrados por Jacquelino Mendonça (21pts, 10res, 2rb) até lideraram na percentagem de dois pontos (45%), mas viram os conimbricenses, com Nathan Riley (13pts, 19res, 8ast, 2rb) em primeiro plano, levarem avante as suas pretensões, ao reclamarem maior número de ressaltos (43) e uma eficácia assinalável do perímetro (38%). O Casino Ginásio, em segundo lugar, alavancado por Jervae Robinson (22pts, 8res, 2ast, 3rb), bateu o Celestino Gomes77-74 -, que assentou na inspiração de Salvador Caldeira (24pts, 8res, 4ast) para procurar outro desfecho. No quarto posto surge o Futebol Clube de Gaia, autoritário na receção ao FC Porto Sub2383-69 -, que tirou partido da exibição de excelência de Brian Gary II (39pts, 7res, 6rb, 2dl; 40 val), enquanto, nos azuis e brancos, despontou Carlos Mota (20pts, 4res, 4ast, 5rb). Num confronto renhido, a ADS/Nacex, de mão quente dos três pontos (40%), contornou a oposição do Club 5Basket/SVSilva78-76. Francisco Pereira (26pts, 7res, 2ast), nos locais, e Dylan Spriggins (27pts, 17res, 3ast), nos visitantes, repartiram o protagonismo. Antes, o Club 5Basket/SV Silva, apesar da irreverência de José Vilela (21pts, 8res, 7ast, 1rb; 35 val), caíra às mãos do SC Beira-Mar83-107 -, em larga medida, fruto do contributo de Jaylin Reed (33pts, 7res, 2ast, 1rb).

 

Zona Centro/Sul

O Clube Basket de Queluz traduziu no marcador a expectativa, ao impor-se no recinto do Paço de Arcos Clube63-73 -, arrogando-se como equipa mais forte, em boa parte, pelo sucesso no capítulo do lançamento (47% de 2pts e 70% de 3pts) e ao averbar menos perdas de bola (13 contra 19). Emergiram Hélder Neto (21pts, 14res, 2rb), nos vencidos, e, com igual valorização (23.5), Timothy Fisher (19pts, 12res, 1dl), nos vencedores. A Física de Torres Vedras, em alta na longa distância (38% de 3pts), não vacilou na deslocação ao campo do Sporting Clube Marinhense85-91 -, contando, para o êxito final, com o auxílio precioso de Sílvio Ncanga (30pts, 5res, 2rb). Na formação da Marinha Grande ressaltou a performance de Miguel Mahan (28pts, 8res, 1ast, 1rb, 2dl; 35 val). O CBC – Coração do Ribatejo, que fecha o pódio, aproveitou para encurtar distâncias, ao passar o teste diante do Estoril Basket Clube 74-61 -, numa partida em que a eficácia nos dois pontos (54%) e o poderio no ressalto (52) inclinaram a balança a favor dos homens da casa, guiados por um desempenho superlativo de Carlos Lopes (20pts, 16res, 3ast, 4rb, 1dl; 34 val). No coletivo visitante, a figura principal foi Gonçalo Pais (17pts, 4res, 5ast, 3rb). No frente a frente a opor Atlético Clube de Portugal e Angrabasket, ditaram leis os insulares – 95-103.

 

Zona Sul

No embate entre primeiro e segundo, o SC Farense ampliou o registo invicto, ante o Imortal Sub2364-58 -, à boleia do engenho de Rafael Wildner (11pts, 7res, 3ast, 1rb, 3dl), em despique individual com Jonathan Silva (9pts, 8res, 1ast, 1rb, 2dl). Ancorado nos números de Rafael Solposto (17pts, 7res, 1rb), o Scalipus CS/Tasca Xico, mais eficiente na finalização (48% de 2pts, 24% de 3pts e 63% de LL), vergou o AC Moscavide63-73 -, cuja resistência foi encabeçada por Diogo Cunha (12pts, 1res, 1ast). O Basket Almada Clube viveu uma jornada produtiva, que arrancou com um triunfo no reduto da Academia do Lumiar58-64 -, encontro com a intervenção preponderante de Aylton Medeiros (12pts, 15res, 1ast, 1rb, 1dl), nos almadenses. Nos donos da casa, Denilson Tavares (19pts, 6res, 3ast, 3rb, 1dl) e Carlos Tavares (13pts, 5res, 2ast, 3rb) colheram as atenções. Volvidos quatro dias, o Basket Almada Clube repetiu o resultado desejado, ao suplantar o MBA/Rocwork pela margem mínima – 70-71 -, com Aylton Medeiros (16pts, 15res, 1ast; 32.5 val) novamente a assumir a batuta nos almadenses, que se diferenciaram na proteção do ressalto (45). Na turma do Montijo, Earl Thompson Jr (35pts, 11res, 4ast, 3rb) não baixou os braços e registou a impressionante cifra de 38 de valorização. Também com dose dupla, a Academia do Lumiar derrotou o CBA Município de Albufeira por 47-54, desenlace com influência determinante de Gonçalo Gonçalves (24pts, 9res, 4rb). Pelos algarvios, Anthony Peacock (17pts, 22res, 3rb, 1dl) mostrou-se a bom nível.

Nota: fotografia de Desportivo do Minho.


Noticias da Federação (Custom)

“Foi um jogo muito competitivo e o benfica levou a melhor”

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam iaculis blandit magna, scelerisque ultricies nisi luctus at. Fusce aliquam laoreet ante, suscipit ullamcorper nisl efficitur id. Quisque id ornare est. Nulla eu arcu neque. Sed ornare ex quis pellentesque tempor. Aenean urna enim, commodo ut nunc sit amet, auctor faucibus enim. Nullam vitae felis ipsum. Etiam molestie non enim quis tincidunt. Pellentesque dictum, nulla id ultricies placerat, neque odio posuere orci, quis vestibulum justo odio ut est. Nullam viverra a magna eu tempor. Nullam sit amet pellentesque magna. Vestibulum vel fermentum turpis, nec rhoncus ipsum. Ut et lobortis felis, sed pellentesque dolor. Nam ut porttitor tellus, ac lobortis est. Fusce vitae nisl vitae ante malesuada venenatis. Sed efficitur, tellus vel semper luctus, augue erat suscipit nunc, id hendrerit orci dui ac justo.

Pellentesque eleifend efficitur orci, et pulvinar dui tempus lobortis. Proin accumsan tempus congue. Cras consectetur purus et lacinia rhoncus. Ut eu libero eget quam semper malesuada. Aliquam viverra vulputate tempor. Sed ac mattis libero, a posuere ligula. Quisque tellus dui, placerat vel ex in, fringilla fringilla tellus. Aliquam erat volutpat. Aenean convallis quis eros vel ornare. Aliquam et lorem vestibulum, posuere quam ac, iaculis arcu. Fusce feugiat blandit mattis.

Legenda

Praesent sed metus euismod, varius velit eu, malesuada nisi. Aliquam aliquet quam tempor orci viverra fermentum. Sed in felis quis tortor accumsan vestibulum. Aliquam erat volutpat. Maecenas pretium sem id enim blandit pulvinar. Pellentesque et velit id arcu feugiat hendrerit ac a odio. Sed eget maximus erat. Phasellus turpis ligula, egestas non odio in, porta tempus urna. Fusce non enim efficitur, vulputate velit in, facilisis metus.

Nulla sagittis risus quis elit porttitor ullamcorper. Ut et dolor erat. Ut at faucibus nibh. Cras nec mauris vitae mauris tincidunt viverra. Donec a pharetra lectus, vitae scelerisque ligula. Integer eu accumsan libero, id sollicitudin lectus. Morbi at sem tincidunt augue ullamcorper tristique. In sed justo purus. Aenean vehicula quam quis pellentesque hendrerit. Fusce mattis mauris lorem, in suscipit diam pretium in. Phasellus eget porttitor mauris. Integer iaculis justo ut commodo eleifend. In quis vehicula nisi, non semper mauris. Vivamus placerat, arcu et maximus vestibulum, urna massa pellentesque lorem, ut pharetra sem mauris id mauris. Vivamus et neque mattis, volutpat tortor id, efficitur elit. In nec vehicula magna.

Miguel Maria

“Donec Aliquam sem eget tempus elementum.”

Morbi in auctor velit. Etiam nisi nunc, eleifend quis lobortis nec, efficitur eget leo. Aliquam erat volutpat. Curabitur vulputate odio lacus, ut suscipit lectus vestibulum ac. Sed purus orci, tempor id bibendum vel, laoreet fringilla eros. In aliquet, diam id lobortis tempus, dolor urna cursus est, in semper velit nibh eu felis. Suspendisse potenti. Pellentesque ipsum magna, rutrum id leo fringilla, maximus consectetur urna. Cras in vehicula tortor. Vivamus varius metus ac nibh semper fermentum. Nam turpis augue, luctus in est vel, lobortis tempor magna.

Ut rutrum faucibus purus ut vehicula. Vestibulum fermentum sapien elit, id bibendum tortor tincidunt non. Nullam id odio diam. Pellentesque vitae tincidunt tortor, a egestas ipsum. Proin congue, mi at ultrices tincidunt, dui felis dictum dui, at mattis velit leo ut lorem. Morbi metus nibh, tincidunt id risus at, dapibus pulvinar tellus. Integer tincidunt sodales congue. Ut sit amet rhoncus sapien, a malesuada arcu. Ut luctus euismod sagittis. Sed diam augue, sollicitudin in dolor sit amet, egestas volutpat ipsum.