Basketmi Ferrol vence o XXI Torneio Internacional de Lisboa

Iberconsa Amfiv no segundo posto, BC Gaia terceiro e APD Lisboa quarta classificada

Imagem de Destaque 1 Imagem de Destaque 2 Imagem de Destaque 3 Imagem de Destaque 4 Imagem de Destaque 5 Imagem de Destaque 6 Imagem de Destaque 7 Imagem de Destaque 8 Imagem de Destaque 9
Competições
28 SET 2022

No XXI Torneio Internacional de Lisboa, as equipas espanholas vincaram a sua supremacia, com o Basketmi Ferrol a erguer o troféu. A formação do extremo norte da Galiza juntou à conquista a primeira vitória da história frente ao rival Amfiv.

No primeiro dia, o duelo entre a anfitriã APD Lisboa e o campeão nacional BC Gaia inaugurou a prova. À exceção dos minutos iniciais, os gaienses estiveram sempre na dianteira do marcador e alargaram gradualmente a vantagem, o que permitiu várias rotações a partir do terceiro período. Pedro Bártolo – 2.5 – (25pts) e João Rumor – 4.0 – (23pts) encabeçaram a dinâmica ofensiva gaiense, ao passo que Ângelo Pereira – 2.5 – e Ahmat Afashokov – 4.0 – (ambos 12pts) lideraram a réplica local – 09-12 / 14-17 / 12-22 / 20-13 – Resultado final: 55-64.

Seguiu-se o confronto entre os emblemas galegos, pautado por grande equilíbrio e intensidade. O Basketmi Ferrol acabou por se impor ao arquirrival Iberconsa Amfiv, algo inédito, por 57-51, muito por culpa dos desempenhos de Lorenzo Envo – 4.0 – (23pts), ex-Amfiv, e Karol Szulc – 4.5 – (13pts). No conjunto orientado por Cesar Iglesias, sobressaíram as prestações de Jeison Betancourt – 4.0 – (21pts) e Bastian Kolb – 2.5 – (15pts) – 20-18 / 10-15 / 16-08 / 11-10 – Resultado final: 57-51.

Da parte da tarde, o Basketmi Ferrol bateu o BC Gaia por contundentes 37-66, apesar da primeira parte competente assinada pelo conjunto luso – 20-30. Pedro Bártolo – 2.5 – (18pts) repetiu o papel de protagonista na turma nortenha, bem secundado por João Rumor – 4.0 – (10pts). No coletivo do país vizinho, Adrian Rañales – 3.5 – (22pts), recém-regressado à sua equipa de formação, e Pedro Paz – 4.5 – (20pts) foram as principais figuras – 08-10 / 12-20 / 12-14 / 05-22. Por seu turno, o Iberconsa Amfiv defrontou a formação da casa, APD Lisboa, que superou por expressivos 68-27. A entrada avassaladora, no quarto inaugural, depressa dissipou dúvidas – 20-04 – quanto ao vencedor. Na equipa da capital, Ahmat Afashokov – 4.0 – (6pts) e Aliu Camará – 4.0 – (6pts) revelaram-se os mais inconformados. Nos galegos, o maior poder de fogo repousou em Agustín Alejos – 4.5 – (20pts) e Bastian Kolb – 2.5 – (19pts) – 20-04 / 17-07 / 21-06 / 10-10.

O segundo dia do torneio abriu com novo triunfo autoritário do Iberconsa Amfiv, desta feita diante do BC Gaia – 81-26. O emblema da División de Honor, máximo escalão do BCR espanhol, impôs um ritmo asfixiante para o campeão nacional e cavou um fosso no marcador, logo no primeiro quarto – 06-20. Agustín Alejos – 4.5 – (32pts) assumiu a batuta no clube espanhol, coadjuvado por Bastian Kolb – 2.5 – (24pts). Pelos gaienses, emergiram Pedro Bártolo – 2.5 – (12pts) e João Rumor – 4.0 – (8pts) – 06-20 / 08-18 / 10-21 / 04-22.

No encontro de encerramento, o Basketmi Ferrol contornou categoricamente a APD Lisboa, por 69-27, vincando a sua supremacia desde cedo, conforme atesta o parcial do primeiro quarto – 22-04. Adrian Rañales – 3.5 – (27pts) e Pedro Paz – 4.5 – (26pts) reclamaram atenções no conjunto recém-promovido ao principal campeonato espanhol, enquanto, nos lisboetas, merece ênfase o rendimento de Ahmat Afashokov – 4.0 – (10pts) e Ronaldo Souza – 1.5 – (4pts).

O troféu do histórico torneio de BCR organizado pela Associação Portuguesa de Deficientes (APD) rumou, assim, à Galiza, para o Basketmi Ferrol. Os “vizinhos” Iberconsa Amfiv, de Vigo, arrecadaram o segundo posto, o Basket Clube de Gaia foi terceiro, e a APD Lisboa obteve a quarta posição.

No que respeita às distinções individuais e coletivas, o prémio Fairplay foi atribuído à equipa de Iberconsa Amfiv, que viu ainda o seu capitão Agustín Alejos – 4.5 – alcançar o título de melhor marcador. Por último, João Castro – 2.0 -, do BC Gaia, teve o reconhecimento dos seus pares e técnicos presentes, ao ser eleito MVP – jogador mais valioso.

Nota: fotografias da autoria de Pedro Mestre – AMMAgazine.pt

Competições
28 SET 2022

Mais Notícias