Benfica, GDESSA e Esgueira voltam a ganhar na Liga Betclic Feminina

Lombos e Galitos sorriem pela primeira vez na Liga Betclic Feminina

Imagem de Destaque 1 Imagem de Destaque 2 Imagem de Destaque 3 Imagem de Destaque 4 Imagem de Destaque 5 Imagem de Destaque 6 Imagem de Destaque 7
Atletas | Competições
5 OUT 2022

O SL Benfica, GDESSA Barreiro Esgueira Aveiro TrivGlass voltaram a somar dois pontos na Liga Betclic Feminina, depois de superarem a AD Vagos, CAB Madeira e o Olivais ABTF Betão, respetivamente. Já a Quinta dos Lombos, contra o Imortal Tcars, e o Galitos Cl. Dr. Semblano, diante do CD Escola Francisco Franco/Hosp. Part. Madeira, saborearam a vitória pela primeira vez.

No Pavilhão Fidelidade, o Benfica levou a melhor sobre o Vagos por 78-37, num embate em que nunca esteve em desvantagem diante do Vagos, sendo que com parciais de 24-10 e 20-9 na primeira parte, deixou o adversário em situação complicada. A vantagem “encarnada” nunca viria a baixar dos dois dígitos, num jogo em do lado benfiquista se verificaram nove triplos, 56 ressaltos, 26 assistências e 35 pontos vindos do banco de suplentes. Em termos individuais, no Benfica, sinal mais para Marta Martins (20pts, 6res, 1ast, 2rb), Darien Huff (16pts, 4/5 3P, 2res, 1ast), Raphaella Monteiro (11pts, 9res, 4ast, 1rb), Courtney Warley (10pts, 7res, 1ast) e Joana Soeiro (10ast), enquanto no Vagos sobressaiu Kwanza Murray (24pts, 8res, 1ast, 2rb).

GDESSA e CAB proporcionaram um jogo emocionante na margem sul do Tejo, com os anfitriões a sorrirem no final (65-61). A formação insular esteve no comando das operações durante quase todo o encontro e, mesmo no derradeiro quarto, chegou a ter uma vantagem de 13 pontos (40-53), só que o GDESSA tinha guardado para os minutos finais um parcial de 8-0 que decidiu a contenda. A equipa do Barreiro obteve 14 roubos de bola, contribuiu para que o CAB averbasse 27 turnovers e as maiores artífices do triunfo foram Erykah Russell (16pts, 7res, 4rb, 1dl), Krystal Freeman (15pts, 11res, 1ast, 22rb) e Britta Daub (12pts, 7res, 3ast, 3rb, 1dl), ao passo que no CAB deram nas vistas Brooklyn McDavid (15pts, 4res, 1ast, 2rb), Miriam McKenzie (13pts, 13pts, 14res, 3ast, 2rb, 1dl) e Paige Cannon (11pts, 11pts, 5res, 3ast, 1dl).

O Esgueira arrancou uma complicada vitória (66-61) em Coimbra, com o Olivais a liderar o primeiro quarto (27-18) e a ir para o intervalo ainda na frente (38-35), apesar da recuperação da equipa visitante. No regresso dos balneários, o Esgueira encetou um parcial de 19-5 e, já nos derradeiros 10 minutos, aumentou o fosso para 17 pontos (60-43). As anfitriãs ainda recuperaram terreno, mas não o suficiente para alterar o desfecho final, num jogo em que o Esgueira ganhou 44 ressaltos, tendo Vash Nwagbaraocha (20pts, 11res, 4rb), Aguehil Giral (15pts, 13res, 1rb) e Ana Raimundo (10pts, 3res, 4ast, 1rb). Quanto ao Olivais, que converteu 14 dos 15 lances livres de que dispôs, ditaram leis Karissa Kajorinne (21pts, 8res, 1rb) e Mariana Garrido (16pts, 4/6 3P, 5rb, 3ast, 1rb).

A Quinta dos Lombos ganhou ao Imortal por 77-63, mas o coletivo algarvio esteve na dianteira em diversos momentos até meio do segundo quarto. A partir daí, o emblema de Carcavelos assumiu as rédeas do encontro, o que se traduziu numa vantagem sempre na casa dos dois dígitos nos últimos 10 minutos. No capítulo individual, nos Lombos destacaram-se Beatriz Santos (15pts, 3/3 2P, 3/3 LL, 2ast, 2rb), Michaela Porter (12pts, 10res, 3rb, 1dl), Luiana Livulo (10pts, 4res, 2ast, 2rb, 1dl) e Inês Faustino (10pts, 1res, 3ast, 2rb), enquanto no conjunto de Albufeira cotaram-se como melhores jogadoras Rosinha Rosário (19pts, 7/7 LL, 9res) e Joana Ramos (13pts, 2res, 5ast, 2rb).

Em Aveiro, o Galitos levou a melhor frente à Escola Francisco Franco por 94-83, mas o emblema madeirense liderou o resultado durante grande parte do primeiro tempo. No quarto inicial, a formação insular chegou a dispor de uma vantagem de 13 pontos (14-27), mas com parciais de 23-13, 23-20 e 25-21 as anfitriãs avançaram para o sucesso. O Galitos registou 59% de eficácia (25/42) da linha de dois pontos, converteu 20 dos seus 23 lances livres, conquistou 40 ressaltos e teve Daniela Domingues (25pts, 8/8 LL, 6res, 3ast), Bárbara Souza (16pts, 4/4 LL, 8res, 7ast, 2rb), Maeve Carroll (16pts, 16res, 1ast, 2dl), Sydne Wiggins (16pts, 5/5 2P, 2res, 3ast, 1rb) e Ana Ramos (15pts, 5/5 LL, 3res, 3ast). Por seu turno, na Escola Francisco Franco, que concretizou 12 triplos, além de 14 roubos de bola e sete desarmes de lançamento, as melhores em campo foram Akila Smith (24pts, 6res, 4ast, 5rb, 2dl), Carolina Gonçalves (19pts, 1res, 1ast, 1rb), Dayna Rouse (12pts, 8res, 3ast, 2rb, 4dl) e Cristina Freitas (10pts, 4res, 6ast, 2rb).

Atletas | Competições
5 OUT 2022

Mais Notícias