CAR Jamor Feminino cometeu demasiados erros

No seu último compromisso antes das férias escolares do Natal, a equipa do CAR Jamor Feminino deslocou-se a Algés para defrontar as campeãs nacionais em título.

Competições | Formação
12 DEZ 2013

Natural a derrota sofrida (86-48), mas na realidade esperava-se outra resposta do colectivo de Kostourkova, face a anteriores prestações.

Uma pálida exibição das jovens comandadas de Mariyana Kostourkova traduzida numa derrota expressiva (38 pontos), a terceira da competição, fruto fundamentalmente de uma atitude algo desconcentrada e receosa que motivou erros em demasia (41 turnovers), nomeadamente na 2ª metade.Cedo se começaram a sentir as dificuldades das forasteiras na marcação às jogadoras interiores do Algés, com Chelsea Guimarães, bem servida, a resolver situações de 1×1 na área pintada. O CAR Jamor reagiu ao arranque inicial das anfitriãs (8-2 no minuto 4), reduzindo para 8-7, quando Susana Lopes, num lançamento feliz a esgotar o tempo de ataque, acertou o único triplo da sua equipa no minuto 7. Pouco depois a seleccionadora nacional pediu o seu primeiro desconto de tempo, sem grandes resultados práticos, já que o final do 1º quarto chegou com o Algés em vantagem (18-11). No 2º período (24-16) manteve-se o sinal mais das algesinas, que continuaram a exercer grande pressão sobre o portador da bola, o que motivava sucessivos turnovers (17 na 1ª parte) ao adversário. A jovem Lizzany Brito dava nas vistas na área restritiva, mormente na tabela ofensiva, combinando bem com as suas companheiras. Para além de Chelsea (100% de eficácia, com 7/7 nos duplos), era agora Lizzany (80% de eficácia, com 4/5 nos tiros de 2 pontos) a desequilibrar o prato da balança, ambas bem assistidas pelas suas companheiras. Do lado contrário era a poste Maria Kostourkova que liderava a resistência forasteira, sendo forçada muitas vezes a levar a bola para o ataque, tarefa que pertence normalmente às organizadoras de jogo. Assim sendo o resultado ao intervalo (42-27) espelhava a superioridade do Algés, expressa em muito mais posses de bola, fruto basicamente dos turnovers cometidos pelas adversárias.O 3º quarto (21-5) foi decisivo para o desmoronar das veleidades das pupilas de Kostourkova. Com dificuldades em atirar ao cesto, as jogadoras do CAR Jamor não conseguiam inverter a situação, até porque agora era Vitória Pacheco, com a sua experiência, que repartia com Lizzany e Carolina Gonçalves (outra jovem em destaque) a responsabilidade da marcação de pontos. Maria Kostourkova continuava a ter poucas ajudas das suas companheiras, com Maianca Umabano a passar ao lado do jogo, ao ter uma actuação muito longe do nível que vinha demonstrando nos últimos encontros. Ao cabo de 30 minutos jogados a supremacia das campeãs nacionais era insofismável (63-32).No último período (23-16) só a enérgica reacção das comandadas de Kostourkova nos derradeiros 3 minutos evitou um desnível ainda mais pronunciado. A perder por 82-38, após um triplo de Joana Canastra à entrada do minuto 38, o CAR Jamor mudou finalmente de atitude e conseguiu impor um parcial de 2-10, com Carolina Gonçalves a selar o resultado final (86-48) a escassos 6,5 segundos da buzina. Resultado final: Algés 86-48 CAR Jamor FemininoDestaque nas vencedoras para o trabalho das jogadoras interiores, as mais valorizadas da equipa: Chelsea Guimarães (25,5 de valorização) ao anotar 18 pontos, 8/11 nos duplos, 5 ressaltos sendo 2 ofensivos, 3 assistências, 4 roubos e duas faltas provocadas com 2/3 nos lances livres; Lizzany Brito (21,5 de valorização) que fez um duplo-duplo ao somar 14 pontos, 7/9 nos duplos, 11 ressaltos sendo 8 ofensivos e duas faltas provocadas; por último Vitória Pacheco (19,5 de valorização) ao conseguir 12 pontos, 6/9 nos duplos, 7 ressaltos sendo 3 ofensivos, uma assistência, 2 roubos e 1 desarme de lançamento. De qualquer forma mérito também para as jogadoras exteriores, que efectuaram muitos passes decisivos e roubaram muitas bolas, casos de Carolina Gonçalves (10 pontos, duas assistências e 5 roubos), Joana Soeiro (8 pontos, 4 assistências e 1 roubo), Simone Costa (7 pontos, 4 assistências e 5 roubos), Dora Duarte (6 pontos, 3 assistências e 1 roubo) e Inês Faustino (6 pontos, duas assistências e 4 roubos).No CAR Jamor pese embora o número anormal e excessivo de turnovers (9) para a posição que ocupa, evidenciou-se a poste Maria Kostourkova, MVP da partida (26,0 de valorização) que conseguiu um duplo-duplo ao contabilizar 15 pontos, 7/8 nos duplos, 11 ressaltos sendo 1 ofensivo, 5 assistências, 2 roubos, 1 desarme de lançamento e 5 faltas provocadas com 1/1 nos lances livres. Bons contributos de Catarina Cavaco (10 pontos, 4/5 nos duplos, 1 ressalto defensivo, 1 roubo e 3 faltas provocadas com 2/2 nos lances livres), Beatriz Jordão (3 pontos, 7 ressaltos sendo 1 ofensivo, 1 roubo e uma falta provocada com 1/2 nos lances livres), Mª Inês Santos (3 pontos, 4 ressaltos defensivos, 2 roubos e 3 faltas provocadas com 1/2 nos lances livres) e Mariana Silva (6 pontos, 2/3 nos duplos, 1 ressalto defensivo, 1 roubo e duas faltas provocadas com 2/4 nos lances livres).A vitória do Algés assentou fundamentalmente no maior número de posses de bola (75-34 lançamentos de campo), na maior eficácia nos tiros do perímetro (36%-20%) com 4 triplos convertidos em 11 tentativas contra apenas 1 em 5 tentados, no ganho da tabela ofensiva (15-3 ressaltos), no maior colectivismo (21-7 assistências), no maior número de roubos de bola (24-9) e por ter cometido menos erros (15-41 turnovers).Por seu turno o CAR Jamor equilibrou a luta das tabelas (30-30 ressaltos), ganhou a tabela defensiva (15-27 ressaltos), foi mais eficaz nos lançamentos de campo (48%-56%) graças à maior eficácia nos duplos (50%-62%) e provocou mais faltas (12-17), ainda que com pior aproveitamento da linha de lance livre (67%-60%), já que desperdiçou 6 das 15 tentativas a que teve direito, enquanto o adversário falhou apenas 5 de iguais 15 lançamentos tentados. Ficha de jogo Pavilhão Gomes Pereira, em AlgésAlgés (86) – Inês Faustino (6), Joana Bernardeco, Dora Duarte (6), Vitória Pacheco (12) e Chelsea Guimarães (18); Simone Costa (7), Lizzany Brito (14), Joana Soeiro (8), Joana Canastra (5) e Carolina Gonçalves (10)CAR Jamor Feminino (48) – Susana Lopes (5), Mª Inês Santos (3), Maianca Umabano (2), Beatriz Jordão (3) e Maria Kostourkova (15); Eliana Cabral, Mariana Silva (6), Catarina Cavaco (10), Sara Moreira (4), Ana Rute Queta, Andreia Peixoto e RitaCruzPor períodos: 18-11, 24-16, 21-5, 23-16Árbitros: Luís Oliveira e Davide Silva A competição sofre um interregno de cerca de um mês, devido às férias escolares do Natal, reatando-se no próximo dia 15 de Janeiro, aquando da deslocação do CAR Jamor Feminino à Amadora, para defrontar o ESA, a partir das 21H45, no Pavilhão Municipal José Caeiro.

Competições | Formação
12 DEZ 2013

Mais Notícias