«Coesão defensiva»

Após oito jornadas disputadas na Liga alguém vai ter que ceder no comando da prova.

Atletas | Competições
8 DEZ 2011

A visita do FC Porto ao Pavilhão Império Bonança, no próximo domingo, às 17 horas, para defrontar o SL Benfica, vai fazer com que uma destas equipas vá perder a invencibilidade na competição. Para o capitão Sérgio Ramos este será certamente um dos jogos que decidirá a fase regular, que naturalmente a equipa benfiquista quer vencer. Pela frente estará o melhor ataque da Liga, que no entender de Sérgio tem a vantagem de ter melhor assimiladas as suas rotinas de jogo. Coesão para ser a palavra-chave para o capitão encarnado, para uma equipa que ainda está a crescer nos aspectos ofensivos, mas que na sua opinião tem mais soluções e está mais forte defensivamente esta temporada.

Acha que a decisão fase regular poderá ficar decidida no confronto directo entre estas duas equipas?A equipa que ganhar os dois jogos nos confrontos directos será a vencedora da fase regular. Apesar de, tanto o FC Porto como o Benfica, poderem perder algum jogo com outras equipas, a fase regular poderá ser decidida nos jogos na Luz e no Dragão. Por esse motivo o jogo de domingo, apesar de não ser decisivo tem, obviamente, uma grande importância.Na sua opinião o FC Porto ficou mais forte com a troca de estrangeiros?Ainda não vi o novo jogador norte-americano que joga nas posições interiores. O FC Porto é uma equipa forte independentemente do valor do desse jogador. A espinha dorsal da equipa é a mesma do ano passado, já jogam juntos há bastante tempo e com os mesmos processos ofensivos e defensivos, o que é uma vantagem para eles. A equipa do Benfica tem mais talento esta temporada? Acho que a equipa reforçou-se bem esta temporada, tem mais jogadores com talento e a profundidade da equipa, em termos de soluções, é muito maior. Sem querer fazer comparações, ou muito menos avaliações, acha que o Benfica mudou em alguma coisa para esta temporada?Acho que defensivamente a equipa está mais forte. O facto de termos mais jogadores de qualidade permite uma maior rotação sem perda de qualidade ao nível do jogo, pelo que, podemos manter uma intensidade defensiva muito maior. Temos conseguido manter uma elevada intensidade defensiva na maior parte dos jogos que fizemos até ao momento, apesar de existirem, por vezes, algumas quebras. Com a quantidade de jogadores que possuímos não existe nenhuma razão para não mantermos uma intensidade elevada durante os 40 minutos.Perguntava-lhe se neste momento já estão próximos daquilo que são capazes de fazer como conjunto? O suficiente para vencer os actuais campeões nacionais?Acho que a equipa tem ainda uma margem de evolução elevada: temos que melhorar mais, nomeadamente nos processos ofensivos. Ofensivamente, nomeadamente a nível do ataque posicional, temos que ser mais consistentes e mais colectivos. O Benfica já derrotou o FC Porto no início do ano, numa altura em que a equipa estava num processo de construção e tínhamos alguns jogadores lesionados, pelo que pode voltar a fazê-lo. Jogamos em casa, diante dos nossos adeptos e queremos vencer esta partida.Quais considera serem os pontos fortes do FC Porto a ter em conta para garantir uma vitória no domingo próximo?A equipa do FC Porto joga junta há bastante tempo, tem o mesmo treinador, os jogadores conhecem-se bastante bem e todos sabem o seu papel dentro da equipa. São uma equipa bastante organizada ofensivamente e, defensivamente, são bastante coesos.No jogo de domingo pensa que serão as individualidades, com o seu talento, a fazer a diferença? Ou pelo contrário, o colectivo e o plano de jogo irá decidir quem irá vencer?O Basquetebol é um jogo colectivo onde as individualidades devem aparecer ao serviço da equipa. Os planos de jogo são importantes mas só funcionam se os jogadores os interpretarem correctamente. Acredito que a inspiração de cada jogador é importante em determinado momento, mas a equipa vencedora será aquela que, durante os 40 minutos demonstrar mais coesão defensiva e for mais colectiva no ataque.

Atletas | Competições
8 DEZ 2011

Mais Notícias