Fase Regular da Liga Placard termina este sábado

Antevê-se um sábado de emoções fortes na Liga Placard, com a realização da última jornada da Fase Regular (todos os jogos estão agendados para as 17 horas), sendo que o destaque vai para a disputa do sexto lugar, que garante o apuramento direto para o playoff.

Atletas | Competições | Treinadores
25 FEV 2017

Illiabum Clube (sexto classificado) e CAB Madeira (no sétimo posto) encontram-se na discussão, com a turma de Ílhavo, dependente de si própria, a ter pela frente um difícil desafio no reduto do Vitória SC (transmissão na FPB TV), ao passo que a formação madeirense jogará tudo na não menos complicada deslocação à Luz, para defrontar o SL Benfica.

 

Fiquem com um olhar sobre esta derradeira ronda.

O Illiabum Clube, que subiu de divisão, tem realizado uma época sem sobressaltos, dando nas vistas em várias ocasiões, mas a atual série de três derrotas consecutivas adiou a passagem à segunda fase no lote dos seis primeiros classificados, reentrando o CAB nessa luta.

Ora, apesar do momento menos favorável, o conjunto de Ílhavo continua a depender apenas de si próprio para garantir o objetivo, facto salientado por Ricardo Vasconcelos, técnico do clube, que em declarações prestadas à FPB ainda negou qualquer pressão extra: “A pressão faz parte do desporto. Quem não gostar de pressão tem que escolher outra vida. Dependemos de nós próprios, temos que vencer, caso contrário teremos que estar atentos a outro resultado. O nosso objetivo é ficar nos seis primeiros, até porque, obviamente, quem esteve durante 20 jornadas nesse grupo não quer descer na última jornada. Vamos entrar com a pressão normal de quem luta por objetivos, de quem quer chegar a bom porto”, afirmou.

Do outro lado estará um Vitória SC que ocupa a quarta posição, correspondendo às expectativas, e que por isso mesmo merece elogios de Ricardo Vasconcelos, que dá a receita para o seu Illiabum: “Teremos que cumprir um jogo muito correto do ponto de vista defensivo. O Vitória é uma equipa com vários jogadores que lançam ao cesto, bons penetradores, um grande ressaltador da Liga, chegam ao cesto através de várias formas. O Illiabum terá que ser muito coeso para obrigar o adversário a não alcançar os seus números normais e para aí poder pensar em ganhar”, vincou.

Por seu turno, o CAB atravessa uma fase bastante positiva, traduzida em cinco vitórias consecutivas, sendo obrigatório um triunfo no reduto do SL Benfica, que ainda aspira a chegar ao segundo lugar.

João Paulo Silva, treinador do conjunto madeirense, em antevisão feita ao site oficial do clube, alertou para as dificuldades vindas das “águias”, dando o mote para contrariar o poderio adversário: “Conhecemos perfeitamente a equipa do Benfica, nomeadamente ao nível das suas capacidades ofensivas, área onde tem um conjunto alargado de alternativas. A responsabilidade será intervir defensivamente nesse setor no sentido de diminuir a sua influência aumentando assim as nossas possibilidades para vencer este jogo”, adiantou.

Para o técnico do CAB, é inegável o bom momento vivido pelo grupo de trabalho, algo que deverá refletir-se em campo: “Desde o início do campeonato que temos referido a nossa intenção em nos apresentarmos como uma das equipas mais competitivas. Vamos novamente recorrer a essa capacidade e consolidar a primeira posição entre as equipas que mais pontos concretizam por jogo. A equipa vem de uma série consecutiva de cinco vitórias e, nesse sentido, está com uma elevada motivação e confiança nas suas reais competências competitivas”, garantiu João Paulo Silva.

 

Jogos da 22.ª jornada (17h):

– Ovarense Dolce Vita vs UD Oliveirense

– FC Porto vs Maia Basket/Escape Forte

– Sampaense Basket vs Lusitânia

– Galitos Barreiro vs Eléctrico FC

– SL Benfica vs CAB Madeira

– Vitória SC vs Illabum Clube

Atletas | Competições | Treinadores
25 FEV 2017

Mais Notícias