Galitos Barreiro e Sporting CP defrontam-se na abertura da Liga Placard

Diogo Correia e Francisco Amiel abordam jogo que vai ter transmissão na RTP2 (este domingo, 18h)

Imagem de Destaque 1 Imagem de Destaque 2
Atletas | Competições
10 OUT 2020

A Liga Placard 2020/21 abre este fim de semana, com a RTP2 a transmitir em direto o Galitos Barreiro vs. Sporting, a partir das 18 horas deste domingo.

Diogo Correia e Francisco Amiel, bases-extremo de Galitos e Sporting, respetivamente, abordaram este encontro e o campeonato para a FPB.

Os “leões” não podiam estar mais motivados, depois da conquista da Taça de Portugal de 2019/20, e apresentam-se já em alto ritmo, depois da participação no apuramento para a Liga dos Campeões. Francisco Amiel reconhece essa vantagem e sente que o Sporting é tido como um adversário poderoso: “Nós estamos a treinar juntos há alguns meses, o que é, sem dúvida, uma vantagem em termos de conceitos do jogo. Porém, o Galitos é sempre uma equipa muito bem preparada, e nós temos de estar no nosso melhor nível para sair vitoriosos desta partida. Trabalhamos todos os dias para vencer a Liga, e não pretendemos fugir à nossa responsabilidade. O facto de termos conquistado a Taça de Portugal e de termos acabado o campeonato, da época passada, em primeiro, antes da interrupção, torna-nos um alvo a abater. Mas isso é apenas mais um motivo para que continuemos a trabalhar no máximo diariamente”, aponta.

Sobre o Galitos, o atleta de 24 anos enumera vários perigos: “O Galitos é sempre um adversário muito complicado de defrontar. É uma equipa muito agressiva, um pouco à semelhança do que encontrámos no jogo frente ao Vitória SC. Tem jogadores muito talentosos. Do que já vimos deste ano, tem um grupo de americanos que se complementa bastante bem, que, com a introdução de alguns outros reforços e manutenção de atletas da época transata, faz com que seja uma equipa sempre difícil de bater, em especial no Barreiro”, alerta.

Francisco Amiel esteve em bom nível na Final Four da Taça de Portugal, mantendo o espírito coletivo acima de de tudo: “As minhas expectativas pessoais são poder ajudar a equipa da melhor maneira possível. Estou bem adaptado, sempre estive, porque o nosso grupo é realmente muito coeso e unido. As expectativas mais importantes são, sem qualquer margem de dúvidas, a conquista do Campeonato Nacional e das restantes taças e competições em que estamos inseridos”, finaliza.

No Galitos, Diogo Correia, a caminho da sexta temporada na margem sul do Tejo, mostra-se ciente da qualidade dos “verde e brancos: “Na minha opinião, e à semelhança ao que acontecia na época anterior, um dos principais pontos fortes da equipa do Sporting é a versatilidade que apresenta e as soluções de que dispõe. Tal como se viu nos jogos europeus e na Taça de Portugal, existindo um dia menos bom de qualquer jogador, aparece outro a dar a resposta de que a equipa precisa, e isso é fruto da qualidade do plantel que o Sporting tem. Outros pontos fortes que o Sporting apresenta são a intensidade defensiva (principalmente) e o ritmo de jogo que costuma colocar em campo, e aos quais teremos que ter também bastante atenção”, avisa.

Porém, o jogador de 29 anos revela a ambição do Galitos: “Terá alguma influência o Sporting estar com mais ritmo, sobretudo depois de uma paragem tão longa como aquela que aconteceu. Para além de ter começado a treinar bastante mais cedo, em virtude da participação europeia, e de já ter mais jogos realizados do que a nossa equipa, importa também referir a qualidade dos adversários que defrontou, o que numa fase tão precoce da temporada, acaba por ter um peso maior. Apesar desses fatores, estamos satisfeitos com a nossa preparação e vamos entrar neste primeiro jogo com a mesma mentalidade com que iremos enfrentar toda a temporada e todos os adversários: competir e ganhar!”, acentua.

Numa análise ao plantel, Diogo Correia considera que o Galitos subiu alguns degraus: “Em primeiro lugar, acredito que temos um plantel mais alargado e com diferentes soluções para esta época. O facto de este ano, ao contrário do que aconteceu no anterior, podermos contar com grande parte dos atletas estrangeiros, tendo já experiência no basquetebol europeu, acaba também por tornar a equipa mais equilibrada e competitiva. Outro fator importante foi o clube manter o núcleo de jogadores portugueses e o treinador Hugo Salgado, tornando a assimilação dos conceitos de jogo e dinâmicas de jogo/treino mais fácil para todos (incluindo alguns dos jogadores estrangeiros que já tinham trabalhado com ele). Se juntarmos a tudo isto, o facto do clube ter conseguido adicionar atletas de grande qualidade, como o Jaques Conceição e o Emanuel Sá, penso que este ano teremos um plantel mais forte e preparado para as exigências da época que se avizinha. Acho que temos condições de superar os resultados atingidos na última temporada, até à interrupção da competição”, projeta.

Além da transmissão no canal público, este encontro será igualmente emitido www.fpbtv.pt e na app da FPB.

Atletas | Competições
10 OUT 2020
publicidade

Mais Notícias