Lusitânia, Oliveirense, FC Porto, Imortal e Sporting somam vitórias

6.ª jornada da Liga Betclic Masculina

Imagem de Destaque 1 Imagem de Destaque 2 Imagem de Destaque 3 Imagem de Destaque 4 Imagem de Destaque 5 Imagem de Destaque 6 Imagem de Destaque 7 Imagem de Destaque 8
Competições | FPB
22 OUT 2022

A 6.ª jornada da Liga Betclic Masculina continua a todo o gás, com o Lusitânia Expert a superar o Vitória SC (82-89), o CD Póvoa ESC Online a receber e a ver o FC Porto vencer (66-75), a UD Oliveirense a superar o CAB Madeira (73-65), o Imortal LUZiGÁS a levar a melhor sobre o Sangalhos DC Boomerang (80-61) e o Esgueira Aveiro OLI a ceder perante o Sporting CP (78-92).

Partida equilibrada em Guimarães que acabou com vitória do Lusitânia Expert (82-89). No arranque do encontro o Vitória acabou por se superiorizar (30-29), mas foi já na segunda metade do jogo que o parcial decisivo de 14-24, nos últimos dez minutos da partida sentenciou o triunfo açoriano.

Na equipa da casa destacar os bons jogos de Anthony Roberts (29pts, 2res, 4ast, 1rb), Jacob Tubbergen (10pts, 4res, 1rb), Pedro Bastos (12pts, 4res, 1ast, 1rb) e Zachary Simmons (11pts, 11res, 4ast), enquanto nos açorianos estiveram em evidência Justin Davis (25pts, 8res, 1ast, 2rb), Fernando Ferreira (12pts, 2res, 2ast), Derek Jackson Jr. (12pts, 3res, 6ast, 2rb) e Ryan Weber (12pts, 3res, 6ast, 2rb).

Duelo equilibrado na Póvoa de Varzim com o FC Porto a somar o quinto triunfo no campeonato (66-75). Os “dragões” repartiram o conjunto poveiro a liderança do marcador nos primeiros dez minutos, mas foram para o intervalo com uma vantagem de seis pontos (38-44). No regresso do tempo de descanso o Póvoa surgiu mais forte e depois de um parcial de 26-20, a equipa da casa colocou o resultado empatado (64-64) antes dos derradeiros dez minutos. No que restava para jogar, o FC Porto não deu hipótese e limitou o Póvoa a apenas dois pontos marcados, confirmando o triunfo por 66-75.

Na formação poveira estiveram em bom plano Eduardo Coelho (15pts, 3res), Frederico Belmonte (12pts, 7res, 2ast, 1rb) e João Embaló (12pts, 6res, 3ast, 1rb, 1dl), enquanto o FC Porto contou com as exibições de Teyvon Myers (23pts, 4res, 3ast, 3rb), Miguel Queiroz (12pts, 3res, 1ast) e Brian Conklin (10pts, 4res, 2ast, 2rb).

O Pavilhão Salvador Machado assistiu a um duelo disputado entre a UD Oliveirense e o CAB Madeira. No arranque do jogo, as contas mantiveram-se equilibradas (21-21), tendo o conjunto insular ganho alguma vantagem antes do intervalo (39-41). O equilíbrio era a palavra de ordem numa partida que começou a ser dominada pela formação unionista já dentro dos últimos dez minutos. A Oliveirense superiorizou-se no derradeiro quarto, através de um parcial de 19-13 e confirmou o regresso às vitórias no campeonato.

Na Oliveirense sobressaíram Julien Ducree (17pts, 9res, 1ast), Darius Carter Jr. (15pts, 4res, 2ast, 2rb, 1dl) André Bessa (13pts, 3res, 3ast, 1rb) e Arnette Hallman (7pts, 10res, 1dl), enquanto no CAB brilharam Nuno Sá (23pts, 5res), Charles Speelman (12pts, 5res) e Diogo Peixe (10pts, 4res, 5ast).

Em Albufeira, o Imortal conquistou a segunda vitória consecutiva na Liga depois de ultrapassar o recém-promovido Sangalhos. Com a exceção do primeiro quarto, a formação algarvia esteve sempre na dianteira do encontro e ao intervalo já vencia por 43-26. Sem argumentos para rebater o poderio do Imortal, o conjunto de Anadia venceu o último quarto por 17-24, mas este bom parcial não foi suficiente para dar a volta ao marcador. No final dos quarenta minutos regulamentares o Imortal vencia por 80-61.

Os algarvios contaram com as exibições inspiradas de Terry Nolan Jr. (14pts, 1res, 5ast, 2rb), Joshua Ferguson (10pts, 5res, 4ast, 1rb), Spencer Littleson (10pts, 2res, 2ast, 1rb, 1dl) e Fábio Lima (10pts, 3res), ao passo que no Sangalhos destacaram-se Nikita Kasongo (16pts, 3res, 1ast, 2rb), Roger Hemphill (11pts, 4res, 2ast), Aaron Williams (10pts, 7res, 2ast, 3rb) e Eddie Hunt Jr. (10pts, 5res, 1ast, 2rb).

Casa cheia no Pavilhão do Clube do Povo de Esgueira com a equipa da casa a dar boa réplica à formação leonina, mas a acabar por ceder no regresso dos balneários. O Esgueira entrou melhor e conseguiu colocar-se na dianteira do jogo, indo para o tempo de descanso a vencer por 50-48. No regresso às quatro linhas o Sporting puxou dos galões e, depois de aplicar um parcial de 12-27, rumou a mais um triunfo no campeonato.

No Esgueira sobressaíram Ryan Ogden (19pts, 8res, 1ast), Pedro Catarino (18pts, 3res, 4ast, 1rb), Trevon Evans (11pts, 4res, 1ast, 3rb, 1dl), Alexander Kappos (10pts, 5res, 1ast, 1dl), Biniam Ghebrekidan (11pts, 5res, 2ast, 1rb), enquanto o Sporting contou com as prestações de DJ Fenner (19pts, 1res, 3ast, 1rb, 1dl), Isaiah Armwood (14pts, 9res 1ast, 1dl), Marcus Lovett Jr. (16pts, 1res, 8ast, 1rb), Travante Williams (11pts, 4res, 4ast, 4rb) e ainda António Monteiro (11pts, 2res).

Competições | FPB
22 OUT 2022

Mais Notícias