Ryan Ogden e Monique Pereira terminaram o ano em grande

Atletas do Esgueira e Imortal foram os MVP's Betclic de dezembro

Imagem de Destaque 1
Atletas | Competições
7 JAN 2023

Ryan Ogden, extremo do Esgueira Aveiro OLI, e Monique Pereira, poste do Imortal Tcars, foram os MVP’s Betclic de dezembro.

A cumprir uma segunda época espetacular no Esgueira, Ryan Odgen, jogador de 26 anos, é o atual MVP da Liga Betclic Masculina. O jogador norte-americano foi o MVP da primeira, quarta e oitava jornadas.

Durante dezembro, Odgen participou em cinco jogos do Esgueira, que terminaram em duas vitórias e três derrotas.

Feitas as contas ao último mês, o atleta do Esgueira terminou com uma valorização média de 27.3, com destaque para a exibição frente ao FC Porto, numa derrota por 87-83, partida em que alcançou uma valorização de 37.

Nas médias de lançamentos de campo e de ressaltos, Ogden atingiu um duplo-duplo (17.4 pontos e 10.4 ressaltos). A eficácia nos lançamentos de campo foi de 61.9%, sendo que contra o CD Póvoa ESC Online (5/5) e Vitória SC (3/3) não falhou da linha de dois pontos. Quantos aos lances livres, o acerto foi de 76.4%, ficando na retina o desempengo diante do FC Porto (11/12).

A esses números juntam-se médias de 2 assistências, 2 roubos de bola e 2.4 turnovers.

 

Na sua segunda época no Imortal, Monique Pereira, poste brasileira de 26 anos, participou nos quatro jogos a contar para a Liga Betclic Feminina, no último mês, e obteve uma valorização média de 25.1. Monique Pereira foi um elemento importante no Imortal, apesar do registo coletivo negativo (uma vitória e três derrotas), com a sua melhor exibição (28.5 de valorização) a ocorrer, precisamente, na derrota mais pesada (77-60), diante do Esgueira Aveiro TRIVGLASS.

Monique Pereira alcançou médias de 13 pontos, 12.2 ressaltos, 3.8 assistências e 2.3 roubos de bola. Em todos os encontros, a poste alcançou duplos-duplos (pontos e ressaltos sempre na casa dos dois dígitos). Em matéria de perdas de bola, Monique terminou dezembro com uma média de 3.2 turnovers.

Com uma média de eficácia de 48.9% ao nível dos lançamentos de campo, Monique Pereira foi aumentando a eficiência da linha de dois pontos, totalizando uma média de 50%, enquanto da linha de lance livre regista 68.7% de eficácia.

Em todo o mês de dezembro, Monique Pereira tentou apenas um triplo, não concretizado, o que se traduz na sua capacidade em zonas próximas do cesto e na luta das tabelas enquanto poste.

Atletas | Competições
7 JAN 2023

Mais Notícias