Artigos da Federaçãooo

“O Maia Basket tem um palmarés riquíssimo para a sua idade”

O Maia Basket Clube comemora, esta quinta-feira, o seu 25.º aniversário. Quando se assinala um quarto de século sobre o nascimento do emblema nortenho, a sua presidente, Cristina Quelhas, falou à FPB.

Cristina Quelhas enaltece a prática basquetebolística da coletividade maiata: “O Maia Basket orgulha-se de ser um dos clubes nacionais com todos os escalões em atividade, desde o baby basket às equipas seniores em ambos os géneros. Atualmente contamos com cerca de 250 atletas em atividade, sendo que 20% deste número pertence ao género feminino”, afirma.

A dirigente recorda como foram os últimos meses: “Foi, sem dúvida, uma época difícil a todos os níveis, com eleições em final de setembro, uma temporada que já estava em marcha quando esta direção tomou posse, todas as contingências e desafios que a Covid-19 colocou a todos. Arrancámos com cerca de 150 atletas e duas equipas seniores nas segundas provas nacionais, exigindo de nós um esforço tremendo para corresponder às necessidades de um clube como o Maia Basket. Os principais objetivos foram todos eles conseguidos, com a manutenção das equipas seniores e na formação a conseguir formar mais e melhores atletas, sendo que conseguimos colocar uma equipa na final nacional de sub16 e três presenças nas finais distritais, sub18 masculinos, sub16 femininos e sub14 masculinos, estes com a conquista do título distrital. Mas, acima de tudo, com a certeza de que todos estes atletas, quer os que iniciaram em outubro, quer aqueles que se foram juntando ao clube durante o decorrer da época, e foram bastantes, chegam a esta altura muito mais preparados a nível desportivo. e a nível pessoal. Trabalho esse reconhecido com as inúmeras chamadas de atletas do Maia Basket às seleções nacionais e distritais, que se deve, também, ao bom trabalho que vinha a ser desenvolvido nas últimas épocas”, diz.

O simbolismo do 25.º aniversário é abordado por Cristina Quelhas: “25 anos são uma marca de juventude. O Maia Basket é, sem dúvida, um clube jovem, eclético, mas com um palmarés riquíssimo para a sua idade. Significa muito esforço para que o clube possa continuar a traçar o seu caminho, trabalhando em prol do basquetebol, mas também da cidade da Maia. Uma cidade que se orgulha por ter o desporto como uma referência e uma prioridade para a população. Significa a responsabilidade de manter os nossos jovens no caminho do desporto e a formar homens e mulheres com verdadeiros princípios humanos e desportivos. Significa continuar a proporcionar mais e melhores condições a todos aqueles que têm no basquetebol a sua paixão. Significa a responsabilidade de criar um clube com um ADN forte e onde todos se sintam em casa, que o Maia Basket seja a segunda família dos nossos atletas e seus familiares. Daqui já saíram muitos campeões desportivos, mas muitos mais campeões na vida, que acabam, na sua esmagadora maioria, por se formar e concluir os seus estudos”, destaca.

A presidente aponta ao crescimento: “O Maia Basket está vivo e o basquetebol na cidade da Maia também. O futuro reserva-nos o desafio de orientar o clube para que seja o mais “profissional” possível, nesse sentido temos vindo a recrutar uma equipa técnica e de coordenação que nos permita atingir os nossos objetivos de formar atletas com o maior número de valências desportivas e pessoais, mas também de atingir sucessos desportivos. Queremos prolongar estes 25 anos por muitos mais e desenvolver estruturas dentro do clube e da cidade da Maia para elevar o basquetebol. A aposta no feminino será uma realidade, assim como a continuidade no masculino, de forma a cativar mais atletas criando ainda mais o espírito “Redblues”, que caracterizou os 25 anos que agora festejamos. Procuraremos recuperar os melhores momentos dos anos recentes, quer em números de atletas, quer em condições para esses atletas. Apostar na formação de atletas e treinadores para o crescimento da modalidade no distrito, na região e no país”, termina.

 

Nota: Foto retirada do Facebook oficial do Maia Basket Clube

 


“Acredito que estamos mais fortes do que nunca!”

O Núcleo do Desporto Amador de Pombal (NDA Pombal) celebrou o seu 45.º aniversário no passado dia 18 e Celso Casinha, coordenador do basquetebol do clube, concedeu uma entrevista à FPB.

Celso Casinha destaca a dinâmica do NDA: “Acredito plenamente que estamos mais fortes do que nunca! Após o período pandémico, que colocou dificuldades nunca antes sentidas a todos os clubes, com os confinamentos, a interrupção da atividade desportiva e os treinos com distanciamento físico, o NDAP manteve-se sempre próximo dos seus atletas, realizando treinos online, colocando desafios aos atletas e famílias para a promoção da atividade física, e organizando treinos com distanciamento físico em polidesportivos das escolas, ao ar livre. Na época 2019/20 tínhamos em atividade todos os escalões de formação no género feminino e masculino, tendo atingido o record de basquetebolistas inscritos (120), e em 2020/21, mesmo sem atividade competitiva (apenas as seniores a competir no CN2) alcançámos 107 atletas inscritos. Na presente época, tivemos de prescindir de participar nos escalões de sub18 e sub19, onde tivemos a maior quebra de atletas, mas “compensámos” com uma enorme aposta no minibasquete (62 mini-atletas, desde o babybasket até mini12) e obtivemos um novo record de 135 atletas federados! Na próxima época prevemos voltar a ter todos os escalões de formação em competição, além das seniores Campeonato Nacional da 2.ª Divisão e já estamos a preparar a equipa de masters masculinos para participar no Campeonato Nacional de Masters”, adianta.

O dirigente faz o balanço desta temporada: “Acaba por ser uma época positiva, pelo crescimento sustentado do número de atletas, como referi anteriormente, também pela ampliação da nossa equipa técnica, que integra atualmente nove treinadores e vários team managers a apoiar nas questões logísticas e operacionais de cada equipa, não esquecendo um forte apoio dos serviços administrativos e da direção do NDAP. A participação da equipa sénior feminina apresentou sempre uma progressão ao longo da época, nomeadamente na melhoria da qualidade do trabalho desenvolvido por treinadores e atletas, podemos afirmar que já se treina a pensar na próxima época. No setor masculino, os sub16 tiveram uma ótima prestação e acabaram por falhar o apuramento para a Taça Nacional por “cesto-average”, devido a uma igualdade na classificação de três equipas, tendo posteriormente alcançado a final da 2.ª Divisão do Campeonato do Centro. Os sub14 masculinos, equipa maioritariamente constituída por atletas em idade sub13, foram crescendo ao longo do ano e prevemos um grupo competitivo para a próxima temporada. No setor feminino, destaque para as sub14 que foram campeãs distritais e campeãs do Centro, tendo estado entre as 24 melhores equipas nacionais, participando no Campeonato Nacional de sub14 femininos. As sub16 também conquistaram o Campeonato Distrital, o 60.º título distrital do basquetebol feminino do NDAP, com uma participação muito meritória na Taça Nacional, às portas do apuramento para a Final Nacional. Acreditamos que o Campeonato do Centro trouxe às nossas equipas um upgrade à qualidade competitiva das nossas equipas, e este ano pela primeira vez tivemos as nossas mini12 a competir regularmente no Campeonato do Centro de sub13, o que se traduz numa transição importante do minibasquete para o escalão de sub14. No minibasquete, infelizmente foram poucos os momentos competitivos proporcionados pelos clubes ao longo da época, facto que tentámos contornar com a organização de alguns torneios em Pombal, onde se incluiu uma das primeiras etapas do Circuito Ticha Penicheiro para as mini12. Vamos continuar a participar em torneios no mês de junho e julho para dar continuidade ao processo de formação dos nossos mini-atletas que também merecem competir! Destaque final para os pais e familiares destes 135 atletas, que num clube como o nosso são uma peça fundamental no apoio, participação e suporte da nossa atividade”, afirma.

A ligação entre Pombal e as seleções nacionais também foi abordada: “Pombal tem sido “a casa das seleções femininas” nas últimas épocas, fruto das condições logísticas e desportivas que a cidade apresenta e que o Município de Pombal tem proporcionado. O NDAP tem sido um parceiro estratégico na promoção da relação existente entre a Câmara Municipal de Pombal e a Federação Portuguesa de Basquetebol, que em breve será cimentada com a assinatura de um Contrato-Programa entre as três entidades. Para nós, é um orgulho imenso celebrar os grandes feitos do basquetebol feminino ao nível das seleções nacionais neste passado recente e lembrar que a maioria dos estágios são realizados em Pombal, o que nos deixa manifestamente satisfeitos. Por outro lado, é também um input muito positivo para os nossos atletas e treinadores, com a possibilidade de assistir quase diariamente aos trabalhos das nossas seleções. Com o forte apoio do Município de Pombal, o Torneio Internacional Cidade de Pombal é mais um exemplo disso, com a presença de quatro seleções da Divisão A de sub20 femininos, o que certamente trará a Pombal muitos seguidores do basquetebol”, salienta Celso Casinha.

Na hora de falar sobre os objetivos do NDA, Celso Casinha dedica palavras especiais a João Gonçalves, recentemente falecido: “Sentimos a responsabilidade, pelo peso histórico da modalidade em Pombal, desde o seu início, com o Dr. César Correia, e ao longo dos anos com muitos treinadores, coordenadores e dirigentes que contribuíram para os mais diversos feitos do clube. O NDAP teve sempre um impacto muito forte no setor feminino, tanto a nível regional, onde somos o clube da ABLeiria mais titulado, como a nível nacional, sendo o quinto clube de formação no género feminino com maior número de provas nacionais conquistadas (2 Campeonatos Nacionais e 4 Taças Nacionais).
Na cultura desportiva a nível nacional, ter títulos é sinónimo de sucesso, e parece ser a única métrica da qualidade do trabalho desenvolvido. Enquanto clube de formação, o NDAP tem como objetivos a formação do praticante a longo prazo, numa perspetiva multifatorial, e estamos muito focados na captação e desenvolvimento do talento desportivo. Temos sido um dos principais clubes a fornecer atletas às seleções distritais de sub12, sub14 e sub16 da AB Leiria, em ambos os géneros, também com presença assídua dos nossos treinadores enquanto selecionadores distritais. Nas últimas 10 épocas tivemos 14 atletas do NDAP convocados para observações das Seleções Nacionais, regularmente no género feminino, onde despontaram as internacionais Beatriz Jordão, Beatriz Alves e Íris Mendes, e mais recentemente no género masculino, com o Rodrigo Canelas. No futuro, queremos continuar a ser ambiciosos, e mais importante do que conquistar títulos, o nosso foco está na formação integrada do praticante de basquetebol, enquanto atleta e cidadão, participando ativamente na formação desportiva e pessoal dos nossos praticantes. Queremos formar atletas que possam vir a representar as Seleções Nacionais, mas na base cidadãos exemplares que continuem ligados à modalidade como atletas, treinadores, juízes, dirigentes ou adeptos. Se todos fizermos este trabalho, o nosso basquetebol só pode melhorar. Para terminar, um dos principais objetivos do NDAP num futuro próximo será honrar a memória do nosso presidente João Gonçalves, que nos deixou no passado dia 11 de junho. Foi a figura do clube dos últimos 20 anos, uma boa parte deles enquanto presidente, trabalhando sempre na retaguarda, dando o seu melhor ao NDAP e aos seus atletas. Iremos continuar a dar vida ao seu legado e honrando os compromissos a que nos propusemos nos últimos anos. Que descanse em paz!”, termina.

 

Nota: Foto retirada do Facebook oficial do Núleo do Desporto Amador de Pombal


“MEGATICHA” encantou atletas mini12 femininas!

O “MEGATICHA”, evento organizado pelo Clube do Povo de Esgueira com a Federação Portuguesa de Basquetebol e a Associação de Basquetebol de Aveiro, para o escalão de Mini 12 Femininos, foi um verdadeiro sucesso.

Além da vasta adesão, esta etapa final da 16.ª edição Circuito Nacional Ticha Penicheiro – a primeira depois do interregno provocado pela pandemia – foi também a primeira a contar com a presença de Ticha Penicheiro que fez as delícias das mais novas. Os catorze clubes participantes viram os seus atletas entrarem em ação no início da tarde de ontem, seguindo-se a atividade que parabenizou os 90 anos da FIBA. Antes do recolher houve ainda tempo para uma sessão de karaoke e outras atividades lúdicas.

Durante este domingo, Ticha Penicheiro, a referência maior da modalidade em Portugal, sobretudo no feminino, presenteou as atletas sub12 com a sua presença. Além da sessão motivacional, ainda houve espaço para perguntas e respostas seguidas de alguns autógrafos e fotografias lado a lado com a ex-internacional lusa.

Depois do contacto com a Hall of Famer da WNBA, seguiram-se mais jogos entre as equipas presentes nesta etapa final do circuito, que chegou ao fim com a entrega de lembranças a todas as atletas presentes.


FPB marca presença no FIBA European Mini-basketball convention and coaching course 2022

Depois de um interregno de duas épocas, a FIBA voltou a realizar, em formato presencial, a convenção anual de Minibasquete entre 9 e 12 de junho em Pecs, na Hungria.

Esta convenção, que contou com a participação do diretor técnico do minibasquete da FPB, Sérgio Rosmaninho, reúne os responsáveis técnicos pelo minibasquete das várias federações europeias e é um espaço privilegiado de inspiração, motivação, troca de ideias, estratégias, modelos e contactos.

Este ano, associado à convenção, decorreu o 1.º curso FIBA para treinadores de minibasquete denominado “mini-basketball coaching course 2022”. Os treinadores selecionados pela FPB, após concurso promovido para o efeito, foram Filipa Mahjoub, Núria Morgado e Bruno Cazeiro.

Os contactos com treinadores de minibasquete de toda a Europa e a aprendizagem com os preletores de excelência Nenad Trunic (Federação Sérvia), Maurizio Cremonini (Federação Italiana), Sérgio Lara-Bercial (Federação Inglesa) constituem o início de uma experiência enriquecedora que vai ter continuidade de forma online e presencial até 2023. A FIBA pretende repetir este curso de 2 em 2 anos, pelo que no futuro, mais treinadores poderão usufruir desta oportunidade e transmitir toda a experiência adquirida a colegas treinadores e aos atletas.


“Queremos formar os homens de amanhã”

O Monção Basket Clube (Monção BC) completa 20 anos esta sexta-feira, data que aproveitámos para falar com o seu presidente, Rui Rodrigues, que detalhou a atualidade e objetivos do emblema minhoto.

Rui Rodrigues fez um ponto de situação do “estado da arte” do Monção BC: “A aposta na formação é uma constante neste clube, e por isso contamos com cerca de 80 atletas, sete escalões de formação e um escalão sénior, sendo: baby basket dos 3 aos 5 anos, Minis 09, Minis 10, Minis 12, sub14 masculinos, sub16 masculinos, sub18 masculinos e séniores masculinos. Estamos a preparar a próxima época com o objetivo de manter os escalões atuais e de também voltar a ter os sub14 femininos”, afirmou.

O líder da coletividade do distrito de Viana do Castelo analisou esta temporada: “O balanço da época é muito positivo, e é algo que nos deve orgulhar enquanto dirigentes, corpo técnico, atletas e monçanenses. Esta época, o Monção Basket Clube conquistou dois Campeonatos Distritais, nos escalões de sub14 e sub16 masculinos e ficou em segundo lugar no escalão de sub18 masculinos. A transição do ano de 2021 para 2022 foi um feito muito importante e histórico para o nosso clube. Nunca, no mesmo ano, conseguimos conquistas de Campeonatos Distritais em escalões distintos. Trabalhamos todos os dias para que estas conquistas apareçam porque temos profissionais muito competentes e atletas muito comprometidos com o clube e com a equipa. Com a estratégia bem definida e com tudo isto alinhado, as conquistas apareceram e muito honram o nosso clube. Todos os anos preparamos as equipas para serem mais capazes e melhores, portanto diria que tudo correu dentro das expectativas, porque estes dois escalões já trabalham juntos há muito tempo e isso ajuda a fortalecer a união e o espiríto de companheirismo que existe entre eles”, disse.

Para Rui Rodrigues, as metas do clube de Monção são muito claras: “Os objetivos continuam a ser os mesmos. Há valores e principios de que não abdicamos no nosso clube, nomeadamente a aposta na formação, que consequentemente acarreta resultados desportivos – como temos exemplo este ano – e de formação cívica muito importantes para Monção e para os nossos jovens monçanenses. Aliado a isto, queremos continuar a ser competitivos desportivamente, porque só assim é que conseguimos transmitir mensagens positivas para os nossos atletas para que eles amanhã possam sempre ser melhor do que hoje a todos os níveis!”, vincou.

O presidente do Monção BC puxou a cassete atrás e falou sobre estes 20 anos: “O Monção Basket Clube é um clube histórico no nosso concelho e no nosso distrito. Ao longo dos 20 anos de existência, sempre fomos tendo várias conquistas nos diversos escalões e nas diversas competições, sendo elas distritais ou nacionais. De todas as conquistas, eu destacaria a Taça Nacional Juniores A (sub20) em 2002, logo no início da formação do clubem e pelo meio, tivemos várias conquistas da Taça do Minho em vários escalões, conquistas de Torneios de Minibasquete e, mais recentemente, fomos Campeões Distritais sub18 em 2015 e estas duas últimas conquistas, campeões distritais sub14 e sub16 em 2022. Neste ponto, quero também destacar que tivemos atletas em treinos de observação nacional, atletas em Centros Nacionais de Treino e, neste momento, temos uma monçanense no Centro Nacional de Treino no escalão de sub19 femininos. Para além do acima, este ano vamos contámos com atletas e treinadores que fizeram parte das Seleções Distritais de Viana do Castelo na Festa Juvenil de Basquetebol, em Albufeira. À escala nacional, dada a nossa dimensão, os resultados são positivos e o balanço destes 20 anos de existência é igualmente positivo. Para além dos resultados desportivos, queremos também formar os homens de amanhã. Aqui há regras, há valores e há principios que também queremos que sejam transportados para a vida pessoal e profissional de cada um. Por fim, quero deixar uma palavra final não só para os adeptos, mas também para os pais e resposáveis dos atletas, porque sem eles nada disto seria possível, a toda a direção do clube pelo trabalho desenvolvido, a todos os parceiros e, por fim, ao Município de Monção. Esta é uma palavra de agradecimento pela ajuda e colaboração que têm vindo a dar ao nosso clube, para que consigamos estes feitos desportivos históricos! Queremos que continuem connosco porque só assim é que conseguimos continuar a trazer conquistas e vitórias para Monção e para o Monção Basket Clube.


Circuito Mário Lemos acelera de norte a sul

O Circuito Professor Mário Lemos, destinado a atletas masculinos e femininos de mini 10, tem previstas, até ao momento, 12 etapas, das quais já se realizaram cinco.

As mais recentes etapas decorreram entre os dias 14 e 22 deste mês e foram organizadas pelos seguintes clubes: 2.ª etapa – FC Barreirense; 3.ª etapa – Salesianos de Évora; 4.ª etapa – CB Penafiel; 5.ª etapa – AD Sanjoanense.

Nestes eventos participaram cerca de 200 atletas, em representação dos seguintes emblemas:

– FC Barreirense
– Seixal FC
– Paço de Arcos
– Galitos FC
– Salesianos de Évora
– AJ Estremoz
– NS de Vendas Novas
– CAA Salesianos
– Club 5Basket
– CB Penafiel 2012
– AC Alfenense
– AD Sanjoanense
– FC Gaia
– UD Oliveirense
– AD Ovarense
– GRI Brandoense
– ACR Vale de Cambra

Um dos atrativos deste modelo de atividade é a realização de um ranking nacional de critérios técnicos. Nestas quatro etapas foram batidos, sucessivamente, os melhores resultados da época, que são neste momento:

Lançamento Passada Direito
55 – Club 5Basket
54 – Clube dos Galitos
52 – UD Oliveirense
51- GRI Brandoense
45 – Seixal Clube 1925

 

Lançamento Passada Esquerdo

50 – Club 5Basket
41 – Seixal Clube 1925
41 – UD Oliveirense
38 – FC Barreirense
37 – Olivais FC

 

Lançamento Livre

33 – CB Penafiel
26 – Clube dos Galitos
26 – Club 5Basket
25 – UD Oliveirense
24 – Galitos FC

 

As próximas etapas (6.ª e 7.ª) do Circuito decorrem já dia 4 de junho, em Reguengos de Monsaraz e Santiago do Cacém, organizadas pelos clubes ASC/BVRM/Terras d’el Rei (AB Alentejo) e ABC Santo André (AB Setúbal).

Mais informações podem ser consultadas no Comunicado “com006.-VII-CIRCUITO-PROFESSOR-MÁRIO-LEMOS-ETAPA-V”, no separador de comunicados CNMB do nosso site.


“O nosso lema é formar jovens”

O Basket Clube do Lis cumpriu 20 anos na passada terça-feira, data importante que nos levou a falar com o seu presidente, João Almeida, que se mostrou otimista no futuro e que vincou a aposta na formação.

João Almeida destacou a recuperação do emblema leiriense: “Neste momento, o BC Lis está a tentar a reestruturação, como todos os outros clubes, após dois anos de retrocesso. Mas com trabalho, de certeza de que iremos colocar o BC Lis no patamar que merece. O ponto de situação é bastante melhor do que há um ano, pois estamos com cerca de 80 atletas, a competir em vários escalões, nomeadamente sub16 femiminos e masculinos e sub18 masculinos, além de uma aposta muito forte no minibasquete”, referiu.

O dirigente fez o balanço desta época: “Considero uma temporada positiva, tendo em conta o contexto pandémico que desmoronou o “castelo” que vínhamos a construir. A reconstrução tem vindo a ser feita gradualmente e esta época já a consideramos bastante positiva”, avaliou.

O líder do BC Lis falou sobre as metas a alcançar: “Os objetivos futuros passam por colocar o clube onde já esteve no que respeita ao número de atletas e equipas a competir. Também com uma representação maxima de escalões possíveis e uma aposta muito forte no minibasquete, a base do basquetebol”, salientou.

Convidado a revisitar os 20 anos do BC Lis, João Almeida respondeu da seguinte forma: “Vinte anos de muito trabalho e de muito sacrificio, em prol das nossas crianças. Como é conhecido, cada vez mais é difícil haver pessoas para abraçarem o associativismo. Mas estamos muito satisfeitos porque ao longo destes 20 anos, temos consciência de que quem passou pelo clube, saiu enrriquecido quer a nivel pessoal, quer a nivel desportivo. O nosso lema é formar jovens tanto na vertente humana, como a nivel desportivo”, finalizou.

Nota: Foto retirada do Facebook oficial do Basket Clube Lis


Balanço positivo do “Clinic Semana do Minibasquete”

Chegado ao fim o Clinic Semana do Minibasquete, encabeçado pelo formador espanhol David Cardenas, conversamos com o Diretor da Escola Nacional de Basquetebol, Jorge Fernandes, que fez um balanço da ação que percorreu Portugal continental e que contou com a participação de 250 formandos.

Para Jorge Fernandes, o ciclo de ‘clinics’ foi positivo e uma mais-valia para todos aqueles que tiveram a oportunidade de assistir às palestras do reputado técnico espanhol: “O Clinic decorreu nos oito locais com a adesão que era expectável, cerca de 250 formandos. Tínhamos esta ação interrompida devido à pandemia, mas este ano saudámos o seu regresso. O objetivo é trazer um formador de topo do minibasquete, que transmita aos nossos treinadores os seus conceitos e que fundamentalmente passe a sua metodologia no treino. O David Cardenas associa duas qualidades, além de ser investigador e professor universitário, também é treinador desde 1980. Alia a parte teórica e científica, à parte prática, o que é uma mais-valia para quem assistiu aos vários ‘clinics’, explica o Diretor da Escola Nacional de Basquetebol.

Focando as intervenções de Cardenas, Jorge Fernandes realçou a constante evolução que é tema destacado no discurso do treinador espanhol: “O David aplica os mais recentes conhecimentos que nos chegam através ciência, ao nível do basquetebol e do desenvolvimento da criança. Ele associa estes conhecimentos provocando uma reflexão nos treinadores que tiveram oportunidade de ver os ‘clinics’. Se o mundo está em constante evolução, no treino devemos aplicar o mesmo conceito. Começar a introduzir os novos conhecimentos e não nos agarrarmos exclusivamente áquilo que foi ensinado há trinta, quarenta anos atrás… O David Cardenas insiste muito na evolução e na aprendizagem do treinador, revelando até que entre os 6 e os 12 anos a criança deve ser induzida a mais que um foco num exercício em específico. O jogo daqui a uns anos para quem anda no minibasquete e quer chegar aos escalões seniores vai ser mais rápido, mais complexo e é importante, desde cedo, dotar os atletas de vários aspetos essenciais do jogo”, refere.

Relativamente ao formador em questão, Jorge Fernandes destacou a qualidade que o investigador e técnico espanhol oferece nas suas intervenções: “O David é formador FEB, da Federação Andaluza e também é alguém que dá formações por todo o Mundo, nomeadamente nas melhores ‘canteras’ espanholas… falamos de alguém com um nível muito elevado. Os treinadores de minibasquete devem ter, cada vez mais, a noção daquilo que os grandes jogadores de elite fazem. O David Cardenas insistiu nisso, focou-se em alguns lances de atletas da NBA para os treinadores perceberem qual é a meta, o nível a que os jovens jogadores de minibasquete devem atingir no futuro”, esclarece.

No que toca às temáticas mais abordadas durante o périplo do Clinic Semana do Minibasquete, o Diretor da ENB destaca alguns pontos essenciais: “As preleções focaram-se no ‘erro’. Errar é parte integrante da aprendizagem, a zona de conforto não promove a aprendizagem e o David insistiu muito neste aspeto. Nos desafios que devem ser proporcionados aos atletas, nas decisões que os jogadores devem tomar desde cedo. É importante levar as crianças aos pavilhões verem os grandes profissionais, os grandes atletas. Outro dos aspetos relevantes das preleções foi o lançamento. A técnica aplicada deve ser analítica. Todos os dias o lançamento deve de ser trabalho de forma analítica. Enquanto os outros aspetos podem ser trabalhados de outra forma, o lançamento exige trabalho analítico e perseverança”, atira.

Jorge Fernandes aproveitou ainda o momento para realçar que, num fuuro próximo, mais ações deste género vão ser levadas a cabo pelo que resta do território nacional: “No futuro vamos realizar ações deste estilo nas restantes associações que não tiveram oportunidade de receber este ‘clinic’, assim como nas regiões autónomas do Açores e da Madeira”, assegurou.


Ações de formação dirigidas a treinadores e dirigentes em Paços de Brandão

Em colaboração com o GRIB, a Junta de Freguesia de Paços de Brandão e a Câmara Municipal de St. Maria da Feira, Basquetebol Cinco Estrelas – Associação de Formação vai realizar duas ações de formação dirigidas a treinadores e dirigentes de qualquer modalidade, nos dias 17 e 18 de junho, entre as 21h00 e as 23h00, no Pavilhão Desportivo de Paços de Brandão – GRIB.

DIA 17 DE JUNHO

Objetivo: Ajudar os formandos a identificarem as suas fontes de aprendizagem e a explorá-las em benefício da melhoria das suas competências. Do mesmo modo, ajudá-los a aprofundarem o processo de

DIA 18 DE JUNHO – para Treinadores e Dirigentes

Objetivo: Consciencializar os formandos para a necessidade de desenvolver intencionalmente uma estratégia para a organização desportiva.

INSCRIÇÕES – participação presencial ou online

Até 31 de maio:

Depois de 31 de maio:

A inscrição é gratuita para os Treinadores do GRIB e para os treinadores do TEAM MINI CAMP, mas necessitam de realizar a inscrição.

CRÉDITOS

Inscrições, aqui!


Candidaturas abertas para o “Mini Basketball Coaching Course 2022/23”

A FPB declara aberta a candidatura de acesso ao curso de treinadores “Mini Basketball Coaching Course 2022/2023”. Serão eleitos três treinadores que ficarão ordenados (1.º a 3.º) de acordo com os critérios FIBA e FPB.

A FPB delega no júri do concurso a seleção dos candidatos e respetiva ordenação de prioridades.

A validação dos treinadores é da responsabilidade da direção da FPB.

Podem consultar toda a informação nos documentos em anexo.


Formação contínua de professores no Desporto Escolar

A DGE – Divisão do Desporto Escolar, em parceria com a Federação Portuguesa de Basquetebol, proporciona aos professores dos 2.º/3.º ciclos e secundário (grupos de recrutamento 260 e 620), formação específica para o ensino do basquetebol que contribua para a intervenção junto dos alunos, elevando o nível de desempenho da prática desportiva no Desporto Escolar, com os seguintes objetivos específicos:

– Conhecer as regras oficiais do 3×3;

– Conhecer a organização da competição a nível internacional e nacional;

– Dotar os docentes dos aspetos técnicos e táticos específicos da modalidade;

– Promover a construção do atleta de basquetebol a partir do 3×3;

– Promover o transfer para a modalidade de 5×5.

O basquetebol 3×3 tem um caráter muito dinâmico, uma vez que se joga sem paragem , sendo uma excelente ferramenta para a promoção do desenvolvimento positivo das crianças e dos jovens, inclusive nos aspetos que dizem respeito às relações pessoais, bem como competências e valores para a vida.

Reafirmamos a pretensão de “continuar a crescer”, com o objetivo de proporcionar aos jovens atividade desportiva de qualidade.

Pretende-se fazer chegar o 3×3 a todos os jovens, sejam ou não praticantes federados de basquetebol, existindo um reforço da formação dos professores, especialmente ao nível da metodologia e meios de ensino do jogo, assim como na organização de quadros competitivos que devem aproximar o jogo aos participantes, tornando-o mais fácil e divertido.

Nesse sentido realizaremos um primeiro ciclo de três ações de formação, intituladas “O ensino do jogo de basquetebol 5×5 a partir do jogo reduzido 3×3”. As ações vão decorrer no Porto (4 e 7 de maio), Albufeira (11 e 14 de maio) e Lisboa (18 e 21 de maio).


Clinic Semana do Minibasquete

A semana do Minibasquete está a chegar. De 8 até 15 de maio, Porto, Aveiro, Braga, Coimbra, Guarda, Santarém, Lisboa e Setúbal recebem David Cardenas, formador FEB, treinador e professor da universidade de Granada, para um Clinic focado na formação no Minibasquete.

A inscrição é gratuita e pode ser feita, aqui. A presença no Clinic garante 0.6 créditos.


Noticias da Federação (Custom)

“Foi um jogo muito competitivo e o benfica levou a melhor”

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam iaculis blandit magna, scelerisque ultricies nisi luctus at. Fusce aliquam laoreet ante, suscipit ullamcorper nisl efficitur id. Quisque id ornare est. Nulla eu arcu neque. Sed ornare ex quis pellentesque tempor. Aenean urna enim, commodo ut nunc sit amet, auctor faucibus enim. Nullam vitae felis ipsum. Etiam molestie non enim quis tincidunt. Pellentesque dictum, nulla id ultricies placerat, neque odio posuere orci, quis vestibulum justo odio ut est. Nullam viverra a magna eu tempor. Nullam sit amet pellentesque magna. Vestibulum vel fermentum turpis, nec rhoncus ipsum. Ut et lobortis felis, sed pellentesque dolor. Nam ut porttitor tellus, ac lobortis est. Fusce vitae nisl vitae ante malesuada venenatis. Sed efficitur, tellus vel semper luctus, augue erat suscipit nunc, id hendrerit orci dui ac justo.

Pellentesque eleifend efficitur orci, et pulvinar dui tempus lobortis. Proin accumsan tempus congue. Cras consectetur purus et lacinia rhoncus. Ut eu libero eget quam semper malesuada. Aliquam viverra vulputate tempor. Sed ac mattis libero, a posuere ligula. Quisque tellus dui, placerat vel ex in, fringilla fringilla tellus. Aliquam erat volutpat. Aenean convallis quis eros vel ornare. Aliquam et lorem vestibulum, posuere quam ac, iaculis arcu. Fusce feugiat blandit mattis.

Legenda

Praesent sed metus euismod, varius velit eu, malesuada nisi. Aliquam aliquet quam tempor orci viverra fermentum. Sed in felis quis tortor accumsan vestibulum. Aliquam erat volutpat. Maecenas pretium sem id enim blandit pulvinar. Pellentesque et velit id arcu feugiat hendrerit ac a odio. Sed eget maximus erat. Phasellus turpis ligula, egestas non odio in, porta tempus urna. Fusce non enim efficitur, vulputate velit in, facilisis metus.

Nulla sagittis risus quis elit porttitor ullamcorper. Ut et dolor erat. Ut at faucibus nibh. Cras nec mauris vitae mauris tincidunt viverra. Donec a pharetra lectus, vitae scelerisque ligula. Integer eu accumsan libero, id sollicitudin lectus. Morbi at sem tincidunt augue ullamcorper tristique. In sed justo purus. Aenean vehicula quam quis pellentesque hendrerit. Fusce mattis mauris lorem, in suscipit diam pretium in. Phasellus eget porttitor mauris. Integer iaculis justo ut commodo eleifend. In quis vehicula nisi, non semper mauris. Vivamus placerat, arcu et maximus vestibulum, urna massa pellentesque lorem, ut pharetra sem mauris id mauris. Vivamus et neque mattis, volutpat tortor id, efficitur elit. In nec vehicula magna.

Miguel Maria

“Donec Aliquam sem eget tempus elementum.”

Morbi in auctor velit. Etiam nisi nunc, eleifend quis lobortis nec, efficitur eget leo. Aliquam erat volutpat. Curabitur vulputate odio lacus, ut suscipit lectus vestibulum ac. Sed purus orci, tempor id bibendum vel, laoreet fringilla eros. In aliquet, diam id lobortis tempus, dolor urna cursus est, in semper velit nibh eu felis. Suspendisse potenti. Pellentesque ipsum magna, rutrum id leo fringilla, maximus consectetur urna. Cras in vehicula tortor. Vivamus varius metus ac nibh semper fermentum. Nam turpis augue, luctus in est vel, lobortis tempor magna.

Ut rutrum faucibus purus ut vehicula. Vestibulum fermentum sapien elit, id bibendum tortor tincidunt non. Nullam id odio diam. Pellentesque vitae tincidunt tortor, a egestas ipsum. Proin congue, mi at ultrices tincidunt, dui felis dictum dui, at mattis velit leo ut lorem. Morbi metus nibh, tincidunt id risus at, dapibus pulvinar tellus. Integer tincidunt sodales congue. Ut sit amet rhoncus sapien, a malesuada arcu. Ut luctus euismod sagittis. Sed diam augue, sollicitudin in dolor sit amet, egestas volutpat ipsum.