“Águias” embalam para a quarta vitória seguida na Liga Skoiy

GDESSA isola-se no segundo lugar

Imagem de Destaque 1 Imagem de Destaque 2 Imagem de Destaque 3
Atletas | Competições
7 NOV 2020

Na Liga Skoiy, o SL Benfica, comandante da classificação, deu continuidade ao seu bom momento de forma e ultrapassou o CB Queluz. O GDESSA Barreiro ocupa o segundo posto, depois de bater a Quinta dos Lombos, numa tarde em que União Sportiva e Vitória SC também ganharam.

O Benfica alcançou a marca dos três dígitos pela segunda vez na competição, ao vencer o CB Queluz, fora de portas, por 105-51. As “águias” não permitiram qualquer veleidade à formação da Linha de Sintra, e com parciais de 36-10, 17-14, 29-10 e 23-17 dispararam no marcador, num jogo em que obtiveram clara superioridade da linha de dois pontos e de lance livre. No emblema da Luz destacaram-se Mariana Silva (20pts, 3res, 1rb), Laura Ferreira (15pts, 5res, 4ast), Marta Martins (14pts, 5res, 4ast, 4rb), Ana Barreto (14pts, 3res, 2ast, 1rb) e Altia Anderson (13pts, 8res, 1ast, 2dl), enquanto no CB Queluz remaram contra a maré Sara Silva (10pts, 1res) e Filipa Cruz (9pts, 9res, 3rb, 1dl).

O GDESSA obteve um triunfo caseiro importante, diante da Quinta dos Lombos, por 63-49, numa partida quase sempre equilibrada, até que no último quarto o conjunto da margem sul do Tejo aplicou um parcial de 21-9. A turma de Carcavelos até revelou superioridade na luta das tabelas (45 ressaltos contra 36 do adversário), mas registou apenas um triplo, ao invés do GDESSA, que da linha de três pontos atirou a contar em oito ocasiões, num encontro em que teve como principais figuras Márcia Costa (19pts, 4res, 3ast, 6rb), Maianca Umabano (18pts, 4res, 2ast, 3rb) e Aline Moura (15pts, 9res, 1rb, 1dl). Já nos Lombos, realce para as prestações de Raphaella Monteiro (19pts, 15res, 2ast, 1rb, 2dl) e Ndioma Kane (12res).

Também a viver um período positivo está o União Sportiva, que superou (63-54) o Olivais Futebol Clube. Apenas no primeiro quarto a equipa conimbricense esteve na dianteira, para depois as donas da casa controlarem as operações, num jogo em que pelas suas cores sobressaíram Vânia Sengo (12pts, 3res, 2rb), Raquel Laneiro (12pts, 3res, 3ast, 1rb) e Nausia Woofolk (10pts, 10res, 3ast, 2rb). Por seu turno, no Olivais assumiram as despesas Kahlia Lawrence (19pts, 8res, 4ast, 1rb) e Kendrian Elliot (15pts, 9res, 1ast).

Na cidade-berço, o Vitória SC suplantou o Galitos/Clínica Dr. Semblano por 73-55. Mas a tarefa minhota, na fase inicial, não foi nada fácil, com o conjunto aveirense a liderar as contas no primeiro quarto (19-16). Mas um parcial de 24-8, favorável às “conquistadoras”, virou por completo a questão, e a partir daí as anfitriãs embalaram para o sucesso, num jogo em que averbaram oito triplos (contra dois do opositor), apesar dos 21 turnovers registados. No Vitória SC salientaram-se Sara Ressurreição (14pts, 4res, 4ast, 2rb, 1dl), Grayson Bright (13pts, 5res, 1rb, 2dl), Tatiane Pacheco (13pts, 3res, 1dl), Catarina Mateus (12pts, 7res, 3ast, 2rb) e Bárbara Souza (10pts, 10res, 2ast, 1rb), enquanto no Galitos as melhores em campo foram Mafalda Pompeu (17pts, 4res, 1ast), Kianna Wynn (13pts, 10res, 1ast, 1rb), Daniela Domingues (10pts, 4res, 1ast, 2rb) e Whisper Fisher (10res).

Atletas | Competições
7 NOV 2020
publicidade

Mais Notícias