Vitória SC aplica primeira derrota à Oliveirense

Sporting continua em grande estilo na Liga Placard

Imagem de Destaque 1 Imagem de Destaque 2
Atletas | Competições
15 NOV 2020

Na Liga Placard, o Vitória SC não esteve pelos ajustes e superou a UD Oliveirense, enquanto o Sporting CP, líder da classificação, ganhou no Barreiro. SL Benfica, Imortal LUZiGÁS e Académica Efapel também sorriram este sábado.

No Minho, o Vitória SC bateu o pé (84-74) à Oliveirense, naquela que foi a primeira derrota dos bicampeões nacionais. O conjunto forasteiro liderou o primeiro quarto (16-11), mas até ao intervalo deu-se uma forte e decisiva reação dos “conquistadores”, o que se traduziu num parcial de 26-13. Nunca mais o Vitória SC perdeu o comando do marcador, numa manhã em que beneficiou dos 20 turnovers da Oliveirense, apesar da inferioridade na luta das tabelas (24 ressaltos contra 47 do adversário). No emblema minhoto, os melhores em campo foram Alex Peacock (19pts, 6res, 3ast, 2rb), André Bessa (17pts, 2ast), Tyler Seibring (16pts, 3res, 2ast) e Jaron Hopkins (16pts, 4res, 2ast, 6rb), ao passo que na Oliveirense estiveram em destaque EC Matthews (18pts, 10res, 1ast, 1rb), Thomas De Thaey (15pts, 5res, 2ast), Justin Alston (12pts, 7res, 2ast, 2dl) e Travis Munnings (9pts, 14res, 4ast, 1rb).

O Sporting não desarma, e continua na senda das vitórias confortáveis, desta feita por 103-77, no reduto do FC Barreirense. Os donos da casa até entraram na frente, mas depressa os “leões” fugiram e rugiram bem alto, como se comprova pelos parciais de 29-16 e 27-16. Numa partida em que a formação de Alvalade registou 15 triplos, sobressaíram pelas suas cores John Fields (17pts, 6res, 3rb), Travante Williams (15pts, 6res, 4ast, 1rb, 1dl), Jalen Henry (12pts, 9res, 1ast, 1rb, 1dl), Cláudio Fonseca (10pts, 3res, 2ast, 5dl) e Diogo Ventura (10pts, 2res, 3ast, 1rb). Já no Barreirense, realce para as prestações de Dakota Quinn (22pts, 5res, 1ast, 2rb, 2dl), Richaud Guittens (17pts, 4res, 5ast, 5rb) e Ian Kinard (16pts, 12res, 3ast, 1rb).

Nos Açores, o Benfica superou (82-69) o Lusitânia Expert, e regressou assim aos bons resultados, quebrando um ciclo de quatro vitórias seguidas dos anfitriões. O Lusitânia liderou o primeiro quarto (19-18), mas um parcial de 21-9, favorável aos “encarnados”, inverteu os papéis, nunca mais o Benfica ficando com a comando do resultado em perigo. As “águias” até foram inferiores nos ressaltos (32-43), mas perderam menos vezes a bola (13-23), tendo como maiores protagonistas José Silva (19pts, 1ast), Caleb Walker (14pts, 5res, 1ast, 5rb), Arnette Hallman (12pts, 8res, 2ast, 5rb) e Demond “Tweety” Carter (10pts, 1res, 4ast, 1rb). Já na formação insular, assumiram as despesas Sérgio Silva (18pts, 7res, 3ast, 1dl), Render Woods (16pts, 1res, 5ast, 2rb), Kyle Mallers (11pts, 7res, 2rb) e Montell Goodwin (10pts, 3res, 2ast).

O Imortal registou o segundo triunfo consecutivo, na receção ao Maia Basket, por 89-80. A turma algarvia nunca esteve em desvantagem, revelando superioridade nos ressaltos (43-27), numa partida em que contou com a influência de Tyere Marshall (27pts, 10res, 2ast, 2rb), DJ Fenner (22pts, 7res, 4ast, 1rb), Tanner Omlid (13pts, 2res, 2ast, 2rb) e Ty Toney (11pts, 4res, 2ast). Por seu turno, no opositor maiato, que averbou a quinta derrota seguida, os melhores em campo foram Lamar Morgan (29pts, 3res, 1rb), Bright Mensah (15pts, 2res, 3ast, 2rb), Romani Hansen (12pts, 9res, 1ast, 2rb, 1dl) e Pedro Lopes (11pts).

Por último, a Académica alcançou a segunda vitória no campeonato, depois de ultrapassar o Galitos Barreiro por 89-83. Houve emoção em Coimbra, com os “estudantes” a chegarem ao intervalo com uma vantagem de 13 pontos (48-35), mas no regresso dos balneários deu-se a reação dos visitantes, graças a um parcial de 28-10. Só que a Académica ainda tinha guardado um último fôlego, e graças a 31 pontos no derradeiro quarto, somou os dois pontos. Na Briosa, importantes desempenhos de Malcolm Richardson (29pts, 4res, 5ast, 2rb), Robert McCoy (23pts, 6res, 4ast, 1rb, 1dl), Paulo Caldeira (13pts, 3res, 7ast) e Josh McNair (11pts, 5res, 2ast, 1rb), enquanto no Galitos, que ainda não ganhou, deram nas vistas Patrick McGlynn (27pts, 4res, 7ast, 1rb), Alonzo Ododa (18pts, 13res, 3ast, 1rb, 1dl), Jaques Conceição (12pts, 4res, 4ast) e Rozelle Nix (10pts, 8res, 1dl).

Atletas | Competições
15 NOV 2020
publicidade

Mais Notícias